Ex-treinador de McGregor é acusado de matar homem na Irlanda com soco

Um ex-treinador de taekwondo de Conor McGregor se envolveu em uma confusão que gerou a morte de uma pessoa. De acordo com o site "Independente", Jonathan Dargan foi acusado de matar uma pessoa.

O faixa-preta de taekwondo estava discutindo com a namorada num bar em Dublin, na Irlanda, quando Paddy Mullally teria tentando defender a moça, no dia 5 de março. Irritado, Dargan lhe deu um soco, que o derrubou e o fez bater com a cabeça. Apesar de ter sido socorrido, Paddy morreu no dia seguinte.

Segundo o site, Dargan estaria alcoolizado e não se lembaria da confusão. O mesmo não perdeu tempo e tentou se explicar, pedindo desculpas pelo ocorrido e garantindo estar "devastado" com essa morte.

- Eu sinto muito. Foi um acidente. Estou devastado e de coração partido por aquele homem e sua família. Tudo o que posso dizer é que estou abatido. Se eu pudesse trazer tudo de volta eu faria, mas tudo o que posso é implorar a família por perdão. Foi um erro genuíno - disse o ex-técnico de McGregor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos