Kelvin lamenta falta de ritmo e tropeço em nova chance no São Paulo

Se deixou o São Paulo em situação complicada na Copa Libertadores da América, o empate em 1 a 1 com o Trujillanos (VEN) na última quarta-feira ao menos serviu como incentivo para Kelvin. O atacante, que está emprestado pelo Porto (POR) somente até o fim da temporada, pôde voltar a atuar depois de nove partidas sem ser utilizado por Edgardo Bauza.

- Me senti bem, apesar de estar ainda sem ritmo de jogo, mas continuo trabalhando para ajudar os meus companheiros. Tentei seguir as instruções do treinador e buscar as jogadas pelas pontas, com velocidade, mas infelizmente não conseguimos marcar - lamentou o camisa 30 do Tricolor.

Kelvin estava no radar da diretoria do São Paulo há tempos. O atleta foi apresentado a Bauza, que gostou do que viu em vídeos e deu aval para a contratação ser sacramentada. Logo de cara, o atacante revelado pelo Paraná Clube teve chance em clássico com o Corinthians no Campeonato Paulista, mas desde a derrota por 2 a 0 em Itaquera, em 14 de fevereiro, não jogou.

- Não foi a estreia dos sonhos, porque não vencemos o jogo e isso era o mais importante. Mas estou feliz por ter estreado na competição (Libertadores). Agora, espero ter mais sequência, porque com mais oportunidades poderei dar o meu melhor e ajudar o São Paulo - projetou o atleta de 22 anos.

A próxima chance de Kelvin ser lançado por Bauza é domingo, às 16h. Pela décima rodada do Campeonato Paulista, o Tricolor visita o Ituano no estádio Novelli Júnior, em Itu, e precisa vencer para não se complicar na luta pela classificação às quartas de final do torneio estadual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos