Cuca: 'Ficou difícil para o Palmeiras, não dá para enganar o torcedor'

O Palmeiras perdeu por 1 a 0 para o Nacional nesta quinta-feira, em Montevidéu, no Uruguai, na estreia do técnico Cuca. Em sua primeira coletiva de imprensa pós-jogo no Alviverde, o treinador foi honesto ao comentar a complicada situação da equipe na Copa Libertadores, que agora tem pela frente o Rosario Central, na Argentina, e o River Plate (URU), em casa. 

"Ficou muito difícil, não dá para enganar o torcedor, mas temos de ganhar os dois jogos que nos restam. Lá em Rosario é mais difícil, mas teremos mais algumas semanas de trabalho", disse.

"Eu assumi o Palmeiras na última segunda-feira, derrota na quinta, treinei um dia apenas. O time teve gana de buscar o gol no segundo tempo, ainda que um pouco desordenado. Primeiro tempo fomos muito passivos, muito atrás, aceitando que o Nacional empurrasse a equipe para frente. Estou apenas iniciando o meu trabalho e ainda temos muito a fazer."

Cuca foi honesto também ao comentar a derrota por 1 a 0. Para ele, o resultado foi merecido. Mesmo assim, o treinador fez questão de ressaltar a luta e entrega dos palmeirenses durante os 90 minutos do duelo em solo uruguaio. 

"Não era o que a gente queria de forma alguma, mas, pelo que o time jogou no primeiro tempo, foi merecido. Não conseguimos jogar no primeiro tempo. O estilo de jogo deles é de força, imposição física, no grito, pressionando a arbitragem, o adversário."

O Palmeiras volta a campo pela Copa Libertadores apenas no dia 6 de abril, para enfrentar o Rosario Central, na Argentina. Depois, no dia 14, o Verdão recebe o River Plate (URU), no Allianz Parque. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos