Atleta do badminton é acusada de furto e caso será investigado pelo MP

A atleta brasileira de badminton, Luana Vicente, está diante de uma situação embaraçosa. A carioca foi acusada de furtar o cartão de débito de uma companheira, na casa em que a Seleção Brasileira fica concentrada, em Campinas (SP).

O roubo teria acontecido no dia 22 de fevereiro, quando a vítima esteve na casa que serve como local de concentração à Seleção, e notou o sumiço do cartão. Depois, analisando o extrato, a menor de idade percebeu que cerca de R$ 1 mil foram gastos sem seu conhecimento. Ela, então, registrou o boletim de ocorrência e o episódio agora será investigado pelo Ministério Público.

A atleta ainda foi identificada usando o cartão, depois de apurada a imagem da câmera de segurança de uma padaria de Campinas. Luana chegou a comentar sobre o assunto, mas foi econômica nas palavras.

- O caso está entregue à Confederação Brasileira de Badminton e eu tenho direito à minha defesa. Só isso que eu tenho a dizer - afirmou, em entrevista ao UOL Esporte.

A atleta busca vaga para representar o país nas duplas femininas das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos