Zidane elogia o Wolfsburg, rival das quartas, e blinda Benzema

O técnico Zinedine Zidane esteve em entrevista coletiva neste sábado. O assunto deveria ser o jogo deste domingo contra o Sevilla, pelo Campeonato Espanhol. Porém, a partida acabou ficando nem em segundo, mas em terceiro plano. O sorteio da Liga dos Campeões, que colocou o Wolfsburg no caminho dos Merengues, e Benzema acabaram sendo os principais assuntos.

O treinador francês do Real Madrid rechaçou a tese de que o Real Madrid teve sorte no sorteio e pegou o time mais fraco na próxima fase da Liga dos Campeões.

- Creio que falam muitas coisas, mas se eles estão nas quartas de final, é por alguma coisa. Terminaram a fase de grupos na primeira posição... As partidas de Liga dos Campeões precisam ser jogadas, nunca dá para pretende algo antes de jogar - disse Zizou.

Já Benzema foi assunto por persas situações. Tanto pelas críticas que segue recebendo na França, em persas esferas, como na esportiva e na política. Como também pela lesão. Com a Eurocopa chegando, Zidane foi questionado sobre o que acha da ausência do atacante, que não foi convocado por Didier Deschamps para os Bleus. O jogador se envolveu em uma polêmica com Valbuena, do Lyon.

- Não me meto nisto. O único que quero é ele aqui. Tudo está sendo investigado. O que quero é que ele se concentre só em jogar futebol e pensar na partida de amanhã (domingo). Temos conversado, e a melhor coisa é falar sobre futebol - disse Zidane, para depois falar sobre sua lesão na coxa direita, que o afastou por mais de 20 dias, e está relacionado para a partida:

- Fisicamente se encontra bem, não sofre com a lesão. Depois de uma parada de 23 dias é mais complicado, mas tem toda a semana para treinar bem e se recuperar pouco a pouco. Não vai para a seleção e podemos seguir trabalhando juntos para melhorar. Só quero que pense em futebol e nada mais.

No fim, o Sevilla foi assunto. O Real Madrid é o terceiro colocado do Campeonato Espanhol com 63 pontos, quatro a menos que o Atlético de Madrid, e 12 em relação ao líder Barcelona.

- Vai ser uma partida complicada, é um rival forte. Eles têm desfalques, mas há um conjunto bom de jogadores. Estou convencido de que será difícil - concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos