Santos joga mal, apenas empata com o Rio Claro e perde a liderança geral

Esta definitivamente não foi a noite de Serginho no Santos. Com dois choques na cabeça em diferentes lances, o meia saiu ainda no primeiro tempo e pouco pôde ajudar a equipe no empate em 0 a 0 com o Rio Claro, no estádio Augusto Schmidt.

Com as linhas afastadas e muita dificuldade em colocar a bola no chão e seguir sua nova filosofia, o Peixe passou o primeiro tempo praticamente inteiro sem chegar à meta do goleiro Lucas Frigieri.

A exemplo do que aconteceu diante do XV de Piracicaba na última jogada, uma jogada ensaiada no escanteio foi a única chance criada, mas Gabigol desperdiçou.

O Rio Claro, se aproveitando dos erros de passe e de certo nervosismo da zaga rival, não se intimidou com o esquadrão da Seleção Brasileira do Santos e passou a pressionar, perdendo boa chance de abrir o placar com Léo Costa, que passou por Vanderlei na entrada da área, mas, sem ângulo, bateu para fora.

Serginho, titular novamente da equipe, sofreu um choque com o zagueiro adversário e abriu um corte na cabeça. Em lance seguinte, sofreu novo choque e sofreu novo corte. Não resistiu e acabou substituído por Paulinho aos 38 minutos.

Com o substituto do "azarado" Serginho aceso, o Alvinegro passou a criar chances no segundo tempo, mas o primeiro perigo foi do Rio Claro. Rodrigo Celeste fez fila pela esquerda, invadiu a área e bateu mal.

Aos 24, foi a vez de Paulinho driblar três marcadores, mas não foi fominha e tentou um passe para Lucas Lima, que bateu travado na zaga. 

Três minutos depois, Lucas Lima dominou uma bola despretensiosa, limpou dois marcadores em um só corte e finalizou, mas Thiago Cristian colocou um pé salvador e impediu o que seria o gol da vitória.

Ricardo Oliveira, em sua única chance no jogo até foi bem em cobrança de falta, mas o goleiro fez boa defesa e espalmou para escanteio. No último minuto o Peixe ainda quase foi castigado, mas o goleiro Vanderlei fez uma linda defesa e garantiu ao menos o empate em Rio Claro.

A boa nova de um jogo ruim fica por conta da zaga, que chega à marca de quatro jogos sem sofrer gols.

FICHA TÉCNICA:

RIO CLARO 0 X 0 SANTOS

Local: Augusto Schmidt, em Rio Claro (SP)

Data/Hora: 20 de março de 2016, às 19h30

Árbitro: Rafael Gomes da Silva

Assistentes: Bruno Salgado Rizzo e Rafael Tadeus Alves de Souza

Cartões amarelos: Rodrigo Celeste, João Paulo e Léo Coelho (RCL); Thiago Maia (SAN)

RIO CLARO: Lucas Frigeri, Luís Felipe, Léo Coelho, João Gabriel e Thiago Cristian; Elsinho, Rodrigo Celeste, Maurício Heitor e Léo Costa; Lucas Xavier (Índio, 41'/2ºT) e João Paulo (Romarinho, 28'/2ºT). Técnico: Sérgio Guedes.

SANTOS: Vanderlei, Alisson (Caju, 25'/2ºT), Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Gabigol (Neto Berola, 14'/2ºT), Serginho (Paulinho, 39'/1ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos