Após atentados em Bruxelas, Uefa garante segurança na Eurocopa

A Uefa já se manifestou após os atentados em Bruxelas nesta terça-feira, que já deixaram mais de 30 mortos na capital da Bélgica. Logo após os ataques, a segurança na Eurocopa deste ano, que será na França, foi colocada em xeque novamente, assim como tinha acontecido em novembro do ano passado, quando o alvo foi Paris. Assim como naquela ocasião, o órgão garantiu novamente a condição.

- Depois dos eventos em Bruxelas, a Uefa deseja reafirmar o comprometimento em manter a segurança no centro do plano organizacional da Eurocopa. A Euro 2016 SAS (Estádio e Segurança) e as partes envolvidas vão continuar o seu trabalho para monitorar o nível de risco - disse a Uefa em comunicado:

- Nos últimos três anos, a Euro 2016 SAS tem trabalhando próxima das autoridades relevantes para desenvolver os mecanismos apropriados para garantir a segurança do torneio.

Três explosões aconteceram na manhã desta terça-feira em Bruxelas, deixando pelo menos 34 pessoas mortes. Dois dos ataques aconteceram no aeroporto de Zaventem, e um outro foi em uma estação de metrô, nas proximidades das instalações da União Europeia na capital belga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos