Janeth recorda medalha do basquete feminino em Sydney 2000

Para a Seleção Brasileira feminina de basquete, os Jogos Olímpicos de Sydney 2000 representaram um dos maiores desafios já encarados pela equipe. Depois do título mundial conquistado em 1994 e da prata em Atlanta 1996, a pressão em cima de um time renovado e já sem Paula e Hortência, era enorme.

Apesar de a equipe ter demorado para engrenar, o grupo brasileiro, liderado por Janeth, conquistou mais uma medalha para o basquete do Brasil. Uma medalha de bronze, mas com uma importância única para quem viveu aquela campanha.  

"Essa medalha teve um gostinho especial de ouro. Passamos por momentos difíceis, mas superamos tudo com muita união. Essa foi uma geração de jogadoras vencedoras e que deram muito orgulho ao basquete brasileiro", lembrou Janeth, autora de 164 pontos, com uma média de 20,5 por partida.

"Éramos uma geração que estava sendo renovada e muito unida. Fazíamos muitas brincadeiras com as novatas, que buscavam o lanche da noite. Ficávamos em dois apartamentos com seis atletas em cada, mas sempre nos reuníamos para conversar sobre a importância de estar lá e até onde desejávamos chegar. Aquela medalha representou muito para o nosso basquete", disse a ex-atleta.

O caminho até a medalha, no entanto, não foi nada fácil. Com duas vitórias - 76 x 60 na Eslováquia e 82 x 48 em Senegal - e três derrotas - 70 a 81 para a Austrália, 70 a 73 para a França e 60 a 61 para o Canadá - na primeira fase, as brasileiras encontraram nas quartas de final a Rússia, uma das potências na modalidade, e venceram pelo placar apertado de 68 x 67. Com o resultado, o time verde e amarelo se classificou para a semifinal.

"Lembrei a todas que se ganhássemos da Rússia, iríamos estar entre as quatro melhores. Uma derrota nos levaria para a decisão de quinto ao oitavo. Eu estava com muita confiança na vitória e acho que consegui passar essa força para as meninas. Eu ficava o tempo inteiro gritando para elas que a medalha era nossa. E chamei a responsabilidade para mim", contou Janeth, falando ainda sobre a comemoração da equipe brasileira ao assegurar o bronze em jogo diante a Coréia do Sul, na semifinal, 

 

- Depois de tantos anos, ainda consigo me lembrar da festa que fizemos para comemorar dentro da vila olímpica. São memórias como essas que ficam e são eternas. Estávamos muito felizes e foi a minha segunda medalha olímpica. Desejo para as meninas que vão disputar os Jogos Olímpicos do Rio que elas vivam eternamente este momento - recordou.

 

Na final, os Estados Unidos ficaram com o ouro ao vencerem a Austrália pelo placar de 76 a 54.

 

A campanha do Brasil em Sydney 2000:

 

Brasil 76 x 60 Eslováquia

Brasil 70 x 81 Austrália

Brasil 82 x 48 Senegal

Brasil 70 x 73 França (63 x 63 no tempo normal)

Brasil 60 x 61 Canadá

Brasil 68 x 67 Rússia

Brasil 52 x 64 Austrália

Brasil 84 x 73 Coréia do Sul (65 x 65 no tempo normal)

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos