Diego Souza explica retorno após 3 meses: "O Sport não saiu de mim"

  • MARLON COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Após três meses no Fluminense, Diego Souza está de volta ao Sport

    Após três meses no Fluminense, Diego Souza está de volta ao Sport

Diego Souza voltou ao Sport com direito a grande festa da torcida do Aeroporto dos Guararapes, em Recife, nesta quarta-feira. O meia não escondeu a felicidade de retornar para a Ilha do Retiro. Segundo o jogador, mesmo após deixar o clube e jogar três meses no Fluminense, ele não sentia que tinha deixado o Leão.

"Estou muito feliz por ter voltado. Eu saí do Sport, mas o Sport nunca saiu de mim. É uma felicidade imensa que estou sentindo por poder voltar para casa. O Sport é a minha casa. Para mim, minha história aqui no Leão nunca foi interrompida. Ela continua e vai continuar sendo uma história muito bonita", disse o camisa 87, em entrevista ao site oficial do clube.

O meia explicou a decisão de voltar ao Sport depois de pouco tempo jogando no time carioca. Diego Souza disse que nunca quis sair do Leão e admitiu ser apaixonado pelo clube.

"Foi a saudade que me trouxe pelo braço. É isso! Eu tenho um carinho muito grande pelo Sport. É um clube que me recebeu de braços abertos. Sei onde estou pisando. No início era uma experiência, mas logo fiquei apaixonado. Continuei no ano seguinte (2015) e queria ter ficado para esse ano. Mas confio em Deus e sei que ele sabe o que faz. Se está acontecendo assim, é porque foi a melhor maneira".

E o reencontro de Diego Souza com a torcida na Ilha do Retino vai acontecer já nesta quarta. Ainda sem poder jogar, ele estará no estádio torcendo pelo time na partida contra o Botafogo-PB, pela Copa do Nordeste.

Confira outros trechos da entrevista de Diego Souza

Recepção no aeroporto
"Foi incrível. É algo que sempre vou guardar na memória. Isso é algo que acontece na vida de poucas pessoas. Foi uma loucura. Emocionante! A torcida me recebeu feliz e eu vou dar o melhor de mim para deixar ela mais feliz ainda durante todo o tempo que passarei aqui. Voltei, Recife!"

Objetivos
"Meu primeiro pensamento é em ajudar a equipe da melhor maneira possível. Quero ajudar esse time, que já é muito competitivo, a se encaixar cada vez mais. Estou aqui em busca dos mesmos objetivos que todos os jogadores e torcida, que são as conquistas. Quando falo em conquistas, falo em conquistas grandes. Quero ajudar a fazer com que o nome do Sport seja cada vez mais respeitado no Brasil e no mundo".

Sport grande
"É o que sempre digo desde a primeira vez que cheguei ao Sport. O Sport é um clube grande, de torcida e muita tradição. Um clube assim, que tem a estrutura que tem, tem sempre que estar brigando por coisas grandes. No ano passado, já conseguimos estar no topo do Campeonato Brasileiro. Para 2017, meu grande objetivo é colocar o Sport na Libertadores".

Reencontro
"Estou muito ansioso para reencontrar meus parceiros. Quero dar um abraço no pessoal que jogou comigo ano passado e conhecer os que chegaram esse ano. Não vejo a hora de reencontrar o pessoal do staff também. O Leguelé (roupeiro), o Inaldo Freire (fisiologista), o Mema (massagista), enfim, todo mundo. Eu gosto muito desse nosso ambiente. Isso só me motiva. Quero trabalhar forte para ajudar o Sport".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos