Após atrito, Cuca diz que conversou com Dudu e assume culpa

O técnico Cuca reconheceu ter errado na substituição de Dudu. Após tirar o jogador de campo e acionar Allione aos nove minutos de jogo, acreditando que o camisa 7 estava lesionado, o treinador admitiu que se precipitou ao tomar a atitude antes de ouvir a determinação dos médicos.

- O Dudu, um pouco antes de cair ao chão, levou a mão à posterior. Eu estava notando. Levou a mão mais uma vez, passou meio minuto e caiu. O árbitro chamou a maca e foi erro meu. Não tem erro do departamento médico, ele não pediu substituição do jogador. Imaginei que era uma lesão muscular e automaticamente coloquei o Allione - afirmou o comandante, antes de completar.

- Depois fiquei sabendo que ele não tinha nada, então o erro é meu em tirar um jogador que não tinha nada.

Dudu não escondeu a insatisfação por ter saído tão cedo. Irritado, jogador chutou a maleta de primeiros socorros e foi direto aos vestiários, mas depois retornou ao campo e disse ao SporTV não saber porque havia sido sacado da partida.

- Poderia ter continuado, mas é opção do treinador, fazer o que? Os médicos não tem nada a ver com isso, são excelentes médicos, nem deu tempo de eles me examinarem - reclamou durante o intervalo.

O próprio Cuca assumiu postura diferente após voltar dos vestiários.

- O jogador está mancando, colocando a mão na perna, caiu... O doutor falou que ele (Dudu) queria voltar e continuar, mas que não tinha condição - disse.

No entanto, técnico e jogador conversaram após a partida e chegaram à conclusão de que tudo não passou de um mal-entendido. Cuca voltou atrás, assumiu a culpa e isentou o departamento médico. 

- Eu já conversei com o Dudu, é um menino bom, sem maldade nenhuma. Como deu uma, deu duas, e na terceira ele desabou, eu interpretei que ele estava machucado. Foi erro meu. Temos um DM muito cobrado, até de forma exagerada, e eles não têm culpa. O Dudu também não - completou o técnico.

Dudu também colocou panos quentes na confusão. Afirmou ter compreendido a situação e aproveitou para elogiar os médicos e o próprio treinador.

- A gente já conversou no vestiário, está tranquilo. O departamento médico não tem culpa nenhuma. Temos que deixar bem claro que foi tudo um mal-entendido, ele achou que eu tinha machucado e queria uma solução rápida, então fez a substituição, mas está tranquilo. O Cuca é excelente, me ajudou muito quando eu estava subindo para o profissional no Cruzeiro, tenho certeza que ele vai fazer o melhor - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos