São Paulo terá volta de Centurión contra o Santos; Michel é dúvida

  • RODRIGO GAZZANEL/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Centurion será titular no clássico

    Centurion será titular no clássico

O São Paulo ensaiou nesta sexta-feira a formação que iniciará o clássico contra o Santos, no próximo domingo, na Vila Belmiro. O técnico Edgardo Bauza fechou os portões para a imprensa, mas depois a assessoria do clube pulgou a escalação testada. Criticado pela torcida, o meia-atacante Centurión voltará ao time. Houve outras mudanças e há expectativa para o retorno de Michel Bastos, que também treinou entre os titulares. Ele, porém, se colocou como dúvida.

 

- Graças a Deus, estou voltando, me sentindo bem. Ainda foi só meu segundo treino, lógico que sei que é um clássico, estamos vendo com a comissão, minhas condições, até porque venho de uma segunda lesão em pouco tempo, então não podemos também nos precipitar. Sei que hoje tenho muita vontade de jogar, mas ainda tem muito chão pela frente. Mas ainda vamos auto-avaliar para estar 100%, é o que eu quero. Ainda tem o treino de amanhã para avaliar se tenho condições - analisou o camisa 7, que está recuperado de uma lesão na coxa direita.

 

O time treinou com: Denis, Bruno, Lugano, Maicon e Carlinhos; Hudson, Thiago Mendes, Centurión, Daniel e Michel Bastos; Calleri. Caso essa escalação seja confirmada, o São Paulo voltará ao esquema 4-2-3-1, saindo do 4-3-2-1 adotado na vitória por 1 a 0 contra o Botafogo, na última quarta-feira. Caso Michel não jogue, a tendência é que João Schmidt entre no meio de campo.

Bauza mexe no time novamente porque segue com uma série de desfalques. Ganso está suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Rodrigo Caio está com a seleção olímpica, Mena, com a chilena, e Lyanco, com a da Sérvia, além dos machucados: Renan Ribeiro (cirurgia do apêndice), Breno, Rogério, Wilder e Wesley.

 

São Paulo e Santos se enfrentam no domingo de Páscoa às 18h30, na Vila Belmiro. O Tricolor lidera o grupo C do Paulista, com 17 pontos, mesma pontuação do Audax. A Ferroviária, terceira colocada, tem 13 pontos. 

 

O Tricolor, porém, luta contra um incômodo tabu em clássico. A última vitória foi no dia 3 de junho do ano passado, justamente contra o Santos, por 3 a 2, no Morumbi. De lá para cá, nove clássico, com sete derrotas e dois empates.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos