Tite releva confiança em Felipe e cita Cruyff para explicar vitória na Arena

O Corinthians venceu o Ituano por 1 a 0 na 12ª rodada do Campeonato Paulista e o zagueiro Felipe coroou com o gol marcado aos 42 minutos do segundo tempo o dia em que foi convocado pela primeira vez para vestir a camisa da Seleção Brasileira. Na saída da Arena Corinthians, o camisa 28 atribuiu ao técnico Tite a boa fase que motivou a convocação por parte de Dunga, mas o próprio comandante alvinegro não acredita que sua parcela de responsabilidade seja tão grande. Questionado persas vezes em entrevista coletiva após a vitória em Itaquera, Tite relevou sua importância para dar confiança e elevar o potencial do zagueiro de 26 anos.

- 100% de mérito meu é um ato simpático do Felipe. Aposto em profissionais com virtude e comportamento. Ele tem nível de concentração e qualidade técnica altos. Eu não aposto em cara que não tem talento. Posso não ter uma grande inteligência, mas burro eu não sou. O talento associado ao trabalho deu essa condição. Muito obrigado, Felipe, pelos elogios, mas quando tu fala em Tite tu fala em comissão técnica, em diretoria que decidiu não vender. O Felipe é inteiro do Corinthians, não tem empresário envolvido, é tudo do Corinthians. Porque senão o cara fica fazendo trabalho e daqui a pouco empresário leva embora, pô - provocou Tite, a respeito da influência de empresários na negociação de atletas do Corinthians nos últimos meses.

- No fim do ano passado havia possibilidade do Felipe sair do Corinthians, mas a comissão técnica e diretoria se reuniram, eu peguei Felipe do lado e disse que o próximo passo dele era Seleção ou Europa, falei para pensar bem, para ficar aqui por essa evolução. Era nosso diagnóstico, é a lei das coisas. Hoje (sábado) quando teve a convocação eu parabenizei, disse para ficar feliz, mas falei que o foco de atenção tinha que ser para o jogo em que precisávamos dele - citou Tite.

Concentrado, Felipe viu o Corinthians acertar quatro bolas na trave do Ituano no compromisso deste sábado. Quando tudo parecia se encaminhar para o empate sem gols na Arena Corinthians, resultado que interromperia uma sequência de quatro vitórias, Felipe aproveitou cruzamento de Fagner em cobrança de escanteio para subir mais alto que a defesa adversária e anotar o gol da vitória simples. Após tanta insistência em busca do resultado, Tite acredita que o 1 a 0 se deve à aplicação de conceitos táticos que mudaram a história do jogo em Itaquera.

- Jogo coletivo potencializa a inpidualidade. Usei uma frase de Cruyff para mostrar o que é futebol de equipe: meu primeiro atacante é o goleiro, e meu primeiro defensor é o centroavante. Isso passa conceito de trabalho em equipe. É um senso. Essa sintonia precisa ser executada, precisa ser trabalhada e desenvolvida. É uma ideia de futebol aplicada no treino e no jogo. Juninho (Paulista, ex-jogador e gestor do Ituano) disse para mim que no segundo tempo o campo começou a ficar grande para eles. Trabalhamos a bola de um lado e outro, botando volume, botando volume... e ganhamos neste jogo de paciência - citou o treinador do Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos