Igualado a zagueiro na artilharia, André fala em ansiedade por gol

Autor de gols contra São Bento e Cerro Porteño (PAR), o atacante André não marca desde o dia 9 de março, em jejum que já dura cinco partidas. No último sábado, o zagueiro Felipe igualou o número de gols do camisa 9 no ano com a camisa do Corinthians. Contratado no início da temporada, o atacante admite certa ansiedade para voltar a fazer gols e enfim deslanchar pelo novo clube.

- Atacante que não faz gol incomoda, mas é bem tranquilo, fico feliz em ser útil. Tenho sido titular, tenho ido bem taticamente, então é uma questão de paciência, de tempo. Você fica ansioso porque vê todo mundo fazendo gol e quer fazer gol também, mas vamos crescendo - diz o jogador, que deve ser preservado na quarta-feira, contra a Ponte Preta.

André foi utilizado em 11 compromissos oficiais do Timão nesta temporada, e só conseguiu marcar em duelos que a equipe não saiu com a vitória. Até o momento, o principal goleador do Corinthians em 2016 é o paraguaio Ángel Romero, que começou o ano como titular, mas atualmente está no banco de reservas. O camisa 11 tem cinco gols marcados em 15 partidas, e é seguido na lista de artilheiros por Lucca (quatro gols), Rodriguinho (três gols), Felipe, Guilherme e o próprio André (dois cada um).

Conhecida como equipe da responsabilidade compartilhada, o Timão ainda tem vários jogadores que marcaram um gol, de persas posições: Uendel, Yago, Danilo, Balbuena, Edilson, Maycon e Giovanni Augusto. A soma de gols marcados chega a 27 em 16 partidas oficiais com os dois gols contra, em jogos diante de Cobresal (Chile) e Cerro Porteño (Paraguai), pela Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos