Promotor diz que 81 pessoas invadiram CT e suspende a Mancha

A Polícia Militar identificou que 81 pessoas invadiram a Academia de Futebol do Palmeiras na manhã do último sábado. Paulo Castilho, promotor do Ministério Público, determinou a suspensão da Mancha Alviverde, torcida organizada que comandou a ida ao CT, até o fim das investigações.

- Foram cerca de 81 torcedores, a Polícia Militar me confirmou isso ontem (terça-feira). A doutora Margareth Barreto (Decradi - Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) já instaurou inquérito para apurar vários crimes, como dano ao patrimônio privado, ameaça, invasão de propriedade privada - disse Paulo Castilho, à Rádio Globo. 

- Em razão desses atos de violência, nós suspendemos. Oficiei à Federação Paulista de Futebol recomendando a suspensão de qualquer instrumento, faixa e indumentária que identifique a torcida até findar as investigações. Já tem imagem deles. A doutora qualificando esses torcedores, irei propor para o juiz de direito, doutor Ulisses Pascolati, do juizado do torcedor, que eles sejam cautelarmente impedidos de entrar em estádio de futebol - acrescentou.

No sábado, a Mancha Alviverde publicou nota informando que teve uma "conversa produtiva" com jogadores e membros da comissão técnica sobre a má fase do Palmeiras. Horas depois, uma nota oficial do Palmeiras rebateu esta versão, dizendo que houve invasão ao centro de treinamento e prometendo tomar providências junto às autoridades.

Na segunda-feira, o presidente Paulo Nobre teve uma reunião com Paulo Castilho e com Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol. Depois disso, ficou definida a punição.

- Alguns torcedores pularam o muro, renderam os vigias e empurraram o portão de dentro para fora. Outros aproveitaram a entrada de alguns jogadores e invadiram o lugar, que é propriedade privada. Eles violaram um lugar privado, danificaram patrimônio do Palmeiras, intimidaram funcionários... Nós não podemos admitir isso no futebol. Vão ser identificados, já sabemos quais são alguns - completou Paulo Castilho.

Depois da nota do Palmeiras, a Mancha Alviverde publicou uma nova nota dizendo que a Polícia Militar acompanhou toda a manifestação dentro do CT. A PM, porém, foi chamada após a entrada dos torcedores, quando o clima já estava mais calmo. Os jogadores inclusive aceitaram fazer uma reunião com poucos líderes da torcida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos