Rodrigo Lindoso explica 'discussão' antes de pênalti do Botafogo

Antes da cobrança do pênalti que resultou no primeiro gol do Botafogo, nesta quarta, uma pequena conferência no campo chamou atenção. A conversa foi para definir quem seria o cobrador da penalidade. Feita a escolha, Rodrigo Lindoso afirma que não houve problemas, na sequência, entre ele e o meia Gervasio (Yaca) Nuñez.

- Na preleção, o professor coloca sempre dois. Eu era um e o Salgueiro o outro. Aí ficou entre eu e o Salgueiro. A gente não chegou a conversar, mas vi o Yaca pegar a bola e falei que vinha treinando bem, que meu nome estava lá para bater. Não teve nenhum problema. Ele cedeu a bola - explica o volante, que marcou o primeiro gol dele pelo Botafogo.

Neste Carioca, o aproveitamento do Botafogo nos pênaltis não é lá tão bom. Nuñez marcou, contra o Macaé, e Neilton também converteu, contra a Cabofriense. Mas Luis Ricardo, contra a Portuguesa, e Salgueiro, contra o Boavista, desperdiçaram as cobranças.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos