Torcedores invadem treino para protestar e Cuca muda o time de novo

O último treino do Palmeiras antes do jogo contra o Rio Claro, que será disputado no Pacaembu às 20h30 desta quinta-feira, teve novidades na equipe titular e protesto de quatro torcedores, que invadiram o Hotel Bourbon, em Atibaia (SP), onde a equipe ficou concentrada da noite de segunda até a noite desta quarta.

Os torcedores, que viajaram de Itapira (SP) até Atibaia (SP), exibiram uma faixa com os dizeres "Sérgio Moro, Lava Jato no Verdão" e cantaram "Não somos palhaços" antes de serem retirados do local. Eles ainda pararam diante dos jornalistas, foram entrevistados e disseram ter se apresentado na portaria como membros da comissão técnica.

Em relação ao time que treinou na terça-feira, o técnico Cuca fez duas mudanças: saíram Allione e Alecsandro para as entradas de Gabriel e Lucas Barrios - o paraguaio não foi utilizado nas partidas de sua seleção pelas Eliminatórias e se reapresentou apto para atuar.

O Palmeiras, portanto, ensaiou com Fernando Prass, Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales, Gabriel, Arouca e Robinho; Gabriel Jesus e Lucas Barrios.

Os atacantes Dudu e Cristaldo seguem vetados por lesão, enquanto o zagueiro Edu Dracena levou o terceiro amarelo na derrota por 4 a 1 para o Água Santa, no domingo, e terá de cumprir suspensão. Nenhum deles integrou a equipe reserva no treino desta quarta, pelo menos nos poucos minutos que os jornalistas puderam ver.

Os suplentes foram: Vagner, Lucas, Roger Carvalho, Leandro Almeida e Victor Luis; Thiago Santos, Zé Roberto, Allione e Rafael Marques; Erik e Alecsandro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos