Clóvis de Oliveira assume o comando do América

Após o empate com o Bonsucesso nesta quinta, em jogo válido pela quarta rodada da Taça Rio, o comando técnico do America sofreu mudanças. Em uma reunião com a Diretoria do América, Ricardo Cruz e Nelson Rodrigues - Treinador e Coordenador Técnico do clube, respectivamente - entregaram seus cargos, tendo em vista os recentes resultados da equipe. Tendo o Rubro mais três jogos para disputar no certame, o Diretor Executivo de Futebol, Marco Antônio Teixeira, e o Presidente do America, Léo Almada, escolheram Clóvis de Oliveira para o cargo.

- Primeiramente cumprimento os torcedores do América e agradeço pelo apoio e confiança que estão depositando no meu trabalho. Evidentemente com uma participação fundamental do nosso Diretor Executivo, Marco Antônio Teixeira, e do nosso Presidente, Léo Almada, o que me deixa muito feliz e confiante de que faremos um bom trabalho. Como estou sempre estudando e observando, tive o prazer e a sorte de ver este time do América algumas vezes e isso vai ser um facilitador para o meu trabalho - disse o treinador, que trabalhou com Marco Antônio em 2004, quando foi auxiliar da Seleção Brasileira Feminina, medalhista de prata nas Olimpíadas.

Chegando para substituir o Campeão da Série B de 2015, Clóvis de Oliveira foi um dos responsáveis pelo primeiro acesso do Mecão. Trazido por Romário em 2009, o treinador montou a equipe que foi campeã da Série B daquele ano. Naquela oportunidade, sob seu comando, o América disputou 31 jogos e obteve 21 vitórias, cinco empates e apenas cinco derrotas - 73,11% de aproveitamento. No período os rubros marcaram 66 gols - média de 2,12 gols por jogo, sendo o ataque mais positivo do certame - e sofreram apenas 23 - 0,74 por partida.

- Participamos de um trabalho excepcional em 2009, que me deixam otimista e confiante. Mas futebol é resultado. A gente vai buscar o melhor para o América, melhores resultados. Espero que eles continuem e que os torcedores possam nos apoiar. Aproveito para pedir a presença deles em minha estreia, que lotem o Giulite Coutinho. Pois eles tem a mesma importância da Comissão Técnica e dos jogadores. Peço que tenham paciência, pois é um início de trabalho. Mas ressalto que nós temos consciência de que tem que haver esse resultado positivo do qual precisamos - comentou o novo comandante do América.

Aos 61 anos, Clóvis, que recentemente exerceu persos cargos no Vasco durante a gestão de Roberto Dinamite, acumula passagens como treinador de Americano e Friburguense no Rio de Janeiro. Dentre alguns cargos de destaque também constam em seu currículo mais de 30 anos de experiência como técnico no Futebol Árabe - times dos Emirados Árabes Unidos, Omã e outros. Tendo vasta atuação no Futebol Internacional, comandou as seleções principais da Jamaica, Trinidade e Tobago e Tanzânia.

Contratado até o fim de 2016, Clóvis de Oliveira, que terá Chico Santos como Auxiliar Técnico e Anderson Gomes como Preparador Físico, se reencontrará com a torcida americana no domingo, às 16h, quando o América vai encarar o Resende. O embate, que vale pela quinta rodada da Taça Rio, acontecerá em Mesquita, no Estádio Giulite Coutinho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos