Fluminense vence o Madureira e assume a ponta da Taça Guanabara

Fluminense vai, aos poucos, se encontrando na temporada. A vitória por 3 a 1 sobre o Madureira no Moarcyzão ainda não foi daquelas de encher os olhos da torcida. Por outro lado, mostra que o Tricolor vai entrando nos trilhos desde a chegada de Levir Culpi (sete jogos e nenhuma derrota).

 

O show da dupla Gustavo Scarpa e Cícero - autores dos gols (Jorge Fellipe descontou) - deixou o Fluminense na ponta da Taça Guanabara com 11 pontos e muito perto da semifinal do Carioca. Para ficar no posto é preciso que o Vasco tropece em casa hoje à tarde.

 

A partida começou animada. Logo aos cinco minutos Gustavo Scarpa cobrou falta com categoria e abriu o placar para o Fluminense. A festa da torcida durou exatos dois minutos. E foi interrompida por um clima total de déjà vu.

 

O gol de empate do Madureira foi quase um replay do que decretou o empate em 3 a 3 na partida realizada há quase dois meses. O autor foi o mesmo Jorge Fellipe, de cabeça, aproveitando falha geral da defesa tricolor após cobrança de falta pela esquerda.

 

A ducha de água fria não fez efeito na equipe de Levir Culpi. Mesmo com o gramado ruim e sem brilho, o Fluminense foi superior na etapa inicial. Conseguiu a virada no oportunismo de Cícero e teve outras duas boas chances de ampliar a vantagem antes do intervalo.

 

O segundo tempo chegou e o cenário não mudou. Até pelo fato do Fluminense ter um pênalti à favor logo aos dez minutos. Contudo, Fred, que não marcava justamente desde o empate com o Madureira em fevereiro, cobrou e o goleiro Rafael fez boa defesa.

 

A festa do Tricolor Suburbano só durou um minuto. Foi o suficiente para a dupla Gustavo Scarpa e Cícero entrar em ação novamente para fazer o terceiro do Fluminense. Aliás, o camisa 40 é desde o ano passado o jogador vital deste elenco.

 

O Madureira entregou os pontos. Fred teve a chance de desencantar, mas falhou. Não importou. Afinal, depois de um período turbulento, o Flu vive tempos de calma em 2016.

 

FICHA TÉCNICA

MADUREIRA 1 X 3 FLUMINENSE

 

Estádio: Cláudio Moacyr de Azevedo, em Macaé (RJ)

Data/hora: 2/4/2016 - 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Auxiliares: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Gabriel Conti Viana (RJ)

Renda/público: R$ 33.200,00/1.264 pagantes

Cartões amarelos: Resende, Rafael Santos (MAD) e Fred (FLU)

Cartão vermelho: Nenhum

 

GOLS: Gustavo Scarpa 5'/1ºT (0-1), Jorge Fellipe 7'/1ºT (1-1), Cícero 26'/1ºT (1-2) e Cícero 13'/2ºT (1-3)

 

MADUREIRA: Rafael, Formiga, Leozão, Jorge Felipe e Ayrton; Willian Oliveira, Resende (Gustavo Onofre 27'/2ºT), Jéferson (Bruno intervalo); Arthur Faria, João Carlos e Carlos Antonio (Paulo Renê 16'/2ºT). Técnico: Alfredo Sampaio.

 

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan (Wellington Silva intervalo), Gum, Henrique e Giovanni; Pierre, Douglas (Danielzinho 16'/2ºT), Cícero, Gustavo Scarpa e Marcos Junior (Felipe Amorim 19'/2ºT); Fred. Técnico: Levir Culpi.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos