Brasileira rebate críticos sobre disputa de cinturão do UFC

Amanda Nunes terá a oportunidade de sua vida, no dia 9 de julho, nos EUA, quando disputa o cinturão dos galos diante da campeão Miesha Tate, no UFC 200.

Apesar de vir embalada por três vitórias consecutivas, quando a luta foi anunciada, muitos questionaram se a brasileira merecia a disputa de cinturão e a equipe de Holly Holm chegou a acusar Miesha Tate de recusar a revanche para pegar uma luta mais 'fácil' contra Amanda.

Em entrevista ao portal americano "MMA Junkie", Nunes respondeu aos críticos que não concordam com a chance que conquistou de disputar o cinturão do Ultimate.

- Penso que sou a única da pisão que merece essa disputa no momento. Estou mostrando trabalho dentro do cage e fazendo boas lutas com boas finalizações. Essa é a melhor maneira de mostrar a todos que sou a desafiante e eu fiz isso - disse a baiana.

Amanda venceu duas de suas últimas três lutas no primeiro round e vem de triunfo na decisão, diante de Valentina Shevchenko, em luta disputada em março deste ano, pelo UFC 196.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos