Pellegrini desabafa após classificação do City e pede fim das críticas

Em seus últimos meses no comando do Manchester City, o técnico Manuel Pellegrini resolveu desabafar após o seu time garantir a classificação inédita para a semifinal da Liga dos Campeões. Para o treinador chileno, que será substituído por Pep Guardiola no fim desta temporada, trata-se de uma resposta às manifestações negativas que recebe.

- Eu nunca entendi as críticas que recebemos. Nós ganhamos do Bayern de Munique na minha primeira temporada e fomos eliminados para o Barcelona nas oitavas. Na segunda temporada, não fomos bem, mas ganhamos de novo do Bayern e da Roma, então caímos novamente para o Barça - começou a explicar Pellegrini:

- Nessa temporada, vencemos o nosso grupo e agora eliminamos o PSG. Eu realmente não entendo essas críticas todas. Mas agora estamos na semifinal e talvez as críticas parem.

Esta é a segunda vez de Pellegrini na semifinal da Champions. Em 2005/06, levou o Villarreal para esta fase, mas caiu contra o Arsenal. Com o Real Madrid, atingiu apenas as oitavas de final, e com o Málaga, foi às quartas.

- É muito importante estar na semi, pois o meu trabalho é levar o time para o mais longe possível no torneio. Neste ano, o sonho está mais perto. Podemos ser o melhor time da Europa. Não é fácil, pois existem muitos times fortes na Europa, mas o objetivo é vencer a Liga dos Campeões.

Em relação ao jogo, Pellegrini exaltou o fato de a equipe ter buscado vencer, e não ter tentado ficar no empate sem gols, que seria suficiente para a classificação à semifinal.

- Estou muito satisfeito. Não apenas porque vencemos o jogo e nos classificamos, mas porque ganhamos jogando o estilo de futebol que queremos. Não entramos para empatar em 0 a 0. Desde o início mostramos que queríamos vencer. Dominamos o jogo do início ao fim - concluiu o chileno.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos