Olimpia se despede da Libertadores goleando o classificado Táchira

Já classificado, o Deportivo Táchira ainda sonhava com a primeira colocação do Grupo 7 da Libertadores. Mas a equipe venezuelana não teve êxito em tal missão. Mesmo eliminado, o Olimpia foi muito superior e goleou o adversário na noite desta quarta, por 4 a 0, atuando no Estádio Manuel Ferreira, em Assunção. Vargas, Iván Torres, Fredy Bareiro e Mencia marcaram os gols do time paraguaio.

O Caracas manteve a segunda colocação na chave, com nove pontos. O Pumas, que derrotou o Emelec, por 3 a 2, fora de casa, foi aos 15, garantindo uma das melhores campanhas. O Olimpia encerrou sua participação com sete pontos. Já o Emelec conquistou apenas quatro.

SUPERIORIDADE DO OLIMPIA DESDE O INÍCIO

O Olimpia não teve grande vantagem na posse de bola no primeiro tempo, mas foi eficaz e objetivo atuando diante da sua torcida, chegando mais vezes ao gol adversário. O gol que fez justiça ao desempenho em campo veio aos 17 minutos. Vargas insistiu na jogada, ficou com a sobra e fez Olimpia 1 a 0. O segundo gol veio com contribuição do goleiro Liebeskind, que saiu mal e e Iván Torres, de cabeça, não teve trabalho para ampliar após passe da direita. 

A missão do Táchira não era nada simples: perdia o seu jogo e ainda acompanhava o triunfo do Pumas, líder da chave, no Equador. Missão que se complicou ainda mais na etapa final. Sem poder de reação e repertório ofensivo, a equipe venezuelana sofreu o terceiro gol com Fredy Bareiro, aos 17, em finalização de fora da área. Eis que, no minuto seguinte, Mencia, de cabeça, ampliou. O eliminado Olimpia sobrava em campo diante do classificado Caracas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos