Nos pênaltis, Sevilla tira o Athletic Bilbao da Liga Europa e segue na luta pelo penta

O duelo entre espanhol entre Sevilla e Athletic Bilbao levou mais de 120 minutos para terminar e se estendeu até as penalidades máximas. Nesta quinta-feira, no jogo de volta das quartas de final da Liga Europa disputado no Ramón Sánchez Pizjuán, os bascos venceram no tempo regulamentar por 2 a 1, mas, na marca da cal, deu o time andaluz: 5 a 4, após uma série emocionante terminada em 3 a 3. Atual bicampeão, o Sevilla segue na briga pelo quinto título do torneio.

O Sevilla foi melhor no início do jogo. Avançando muito bem pelas laterais, o time andaluz criou a primeira ocasião aos dez minutos. Krohn-Dehli cruzou, e Rami, sozinho, escorou para fora.

O Bilbao reagiu, equilibrou a partida e também teve a chance para abriu o marcador. Raúl García, na marca do pênalti, encontrou espaço e arrematou para fora.

O ritmo do confronto ficou intenso na segunda etapa. O artilheiro Aduriz chutou fraco. O goleiro David Soria, entretanto, aceitou. O Bilbao ficou na frente e tirou o Sevilla da zona de conforto. Acordado, o atual bicampeão da competição chegou ao empate logo depois, com Krychowyak completando cruzamento de Krychowyak.

Quando o Sevilla parecia melhor, veio o balde de água fria. Raúl García, de cabeça, recolocou os bascos na frente e igualou a série.

Na prorrogação, os dois times criaram chances. Pelo Bilbao, Susaeta aplicou uma cavadinha para cima do goleiro rival. A bola caprichosamente não entrou. Pelo lado do Sevilla, Coke completou bate-rebate de bicicleta. O volante San Jose tirou em cima da linha.

Nos pênaltis, o Sevilla teve 100% de aproveitamento com Coke, Krychowyak, Konoplyanka, N'Zonzi e Gameiro. Pelo lado do Bilbao, Beñat bateu mal e parou em uma defesa de David Soria, muito conestado durante os 120 minutos de bola rolando.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos