Uendel cita Leicester e Champions e pede cuidado ao Timão ante Red Bull

O Corinthians segue em preparação para enfrentar o Red Bull Brasil nas quartas de final do Campeonato Paulista e os comandados do técnico Tite já estão preocupados com o adversário deste sábado, às 16h20, na Arena Corinthians. Apesar do Timão ter avançado à segunda fase com 13 pontos a mais que o time de Campinas, a única vantagem da pontuação é justamente de jogar em casa, e a decisão "zerada" é motivo para o lateral esquerdo Uendel pedir atenção aos companheiros.

- Os números estão do nosso lado, então precisamos fazer isso prevalecer, continuar com nossa filosofia de jogo, troca de passes desde atrás até chegar na frente, explorar ao máximo as fragilidades do adversário, neutralizar os pontos fortes que eles têm. Vimos ontem (quarta-feira) o Barcelona cair fora, tem o Leicester na Inglaterra, então precisamos estar preparados para essa reta final, porque sabemos como é complicado - explicou o corintiano, citando a eliminação do clube espanhol diante do Atlético de Madrid na Liga dos Campeões da Europa e também o atual o líder do Campeonato Inglês, surpresa na competição que tem Manchester United, Manchester City, Liverpool, Arsenal e Chelsea, entre outros gigantes.

O Corinthians avançou às quartas de final do Campeonato Paulista com 35 pontos conquistados em 11 vitórias, dois empates e duas derrotas, além de 26 gols marcados (o segundo ataque mais positivo) e oito sofridos (a melhor defesa entre todos os 20 clubes). Já o Red Bull, que deixou para trás no Grupo D os times do Água Santa, do Mogi Mirim e do Rio Claro, somou 22 pontos em sete vitórias, um empate e sete derrotas, com 24 gols marcados e 22 sofridos, a pior marca defensiva entre todos os oito classificados ao mata-mata do Paulistão.

Segundo Uendel, que já atuou pela Ponte Preta, equipe da mesma Campinas que o Red Bull, a boa campanha do time não é qualquer surpresa. O lateral do Corinthians já foi colega de time de alguns jogadores do Toro Loko e espera dificuldades no confronto eliminatório que será disputado em Itaquera.

- Não tem surpresa o que o Red Bull está jogando. Já fiquei uma semana no CT deles pela Ponte Preta, é uma estrutura similar à dos times grandes. Têm jogadores de qualidade, já joguei com Diego Sacoman, William Magrão e Roger. A cada dia a gente recebe mais informações, sabemos que têm bom goleiro, jogadores de qualidade, rápidos. A gente está estudando eles de todo jeito possível. O Tite passa um pouco do adversário também, nos passou ontem (quarta-feira) e hoje (quinta) e trabalhamos em cima deles. Dos considerados pequenos na minha opinião é a equipe que tem o melhor sistema de jogo, encorpado, experiente. Estamos esperando um dos jogos mais difíceis da temporada, de alto nível, similar a Santa Fe, Cerro... Estamos nos preparando - sentenciou o camisa 6 do Timão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos