Bauza culpa condição física pela eliminação do São Paulo no Paulistão

Após mais um jogo da maratona de decisões pela qual o São Paulo tem passado, a derrota por goleada para o Osasco Audax que causou a eliminação do Paulistão, é mais um ingrediente para aumentar a importância do duelo contra o The Strongest, em La Paz pela Copa Libertadores.

Segundo Edgardo Bauza, a preparação para a partida começa nesta segunda-feira e pelas palavras do treinador, ele deve apostar tudo:

- Temos quatro dias para recuperar, amanhã começamos a preparação para essa partida, que jogaremos tudo, é o que nos resta, vamos tratar de conseguir um bom resultado para classificar e seguir na Copa Libertadores - afirmou o argentino.

Para explicar o vexame da derrota por 4 a 1 para o Audax, o comandante são-paulino colocou a culpa no físico do grupo, que não aguentou jogar os dois tempos na mesma intensidade e acabou amargando a eliminação no estadual:

- Lamentavelmente não pudemos manter o nível físico do primeiro tempo, no segundo tempo a equipe sentiu muito e depois, com as trocas, acabou se desorganizando - argumentou.

Em outro momento, o argentino sustentou a tese de que se o time tivesse ido para o vestiário com um empate a história da partida poderia ser outra, já que não haveria condições de equiparar as condições físicas dos equipes:

- O problema foi no primeiro tempo que tivemos três ou quatro chances de marcar e pelo menos não ir para o intervalo perdendo. Se tivéssemos terminado o primeiro tempo em 1 a 1, teria mudado tudo, mas agora temos que pensar na partida de La Paz - finalizou.

O São Paulo enfrenta o The Strongest, em La Paz, na próxima quinta-feira, às 21h45 pela Copa Libertadores. Com um empate, o Tricolor garante vaga na próxima fase da competição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos