'Diego Alves fez o jogo da vida contra o Barcelona no Camp Nou'

O Barça teve um queda de rendimento e continuando com a má sorte na cara do gol. Time acabou perdendo a partida contra o Valencia que em outras circunstâncias teria vencido amplamente. Mas o resultado 2 a 1 a favor dos visitantes definitivamente queima a gordura de 12 pontos que tem que tinha o conjunto de Luis Enrique. Barcelona segue com Atlético de Madrid e Real Madrid na cola, mas vem enfrentando um imerso "bloqueio" na frente do gol, que é digno de estudo.

Desta vez, Barcelona era reconhecível, sem o sorte na definição. Equipe de Luis Enrique era bloqueada nos metros finais. Quando o ataque funcionava, era parado por um goleiro que fez o jogo de sua vida. Para a maioria dos goleiros, a maior bênção que pode acontecer hoje é jogar contra o Barcelona, no Camp Nou. Diego Alves se transformou em um titã que parou ao menos de cinco chances claras para o Barça.

A saída do Barcelona, na primeira metade foi até boa, mas Diego Alves, evitou por três vezes o de gol de Messi na etapa inicial. Em umas das primeiras jogadas do Valencia CF, Siqueira ganhou de Sergi Roberto e bateu para o gol. Antes da bola entrar ainda desviou em Rakitic, matando o goleiro Bravo.

O Barcelona sentiu o golpe, mas voltou gradualmente ao ataque e novamente parou em Diego Alves, que fazia uma partida sensacional. Quando ambas as equipes já pensavam no intervalo, Valencia deu um grande passo para a vitória. Dani Parejo deixou Santi Mina cara a cara com Bravo, para ampliar o placar para o time visitante.

Barcelona tentava de qualquer jeito furar o bloqueio de Diego Alves na segunda etapa e quase empurrou desesperadamente Mascherano e Pique para o ataque. A coragem do argentino e a auto-estima catalã ajudaram o time a ir para frente e enfrentar a barreira do adversário.

Aos 17 minutos do segundo tempo, enfim saiu o gol 500 de Lionel Messi, após bom passe de Jordi Alba para o argentino. Era hora de ir em busca do empate e até mesmo virar o jogo, mas Diego Alves voltou a ser como um titã e defendeu um grande chute de Rakitic.

Em desespero e sem fazer alterações na equipe, a única coisa que Luis Enrique fez foi mandar o zagueiro Pique para o ataque. Com pouca criatividade no meio campo e uma marcação mordida do Valencia, o Barça não conseguiu empatar o jogo. Barcelona tem uma nuvem negra sobre ele e enfrenta o teste mais exigente, cinco jogos para conquistar o título da Liga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos