Jones diz que perda de cinturão após polêmicas o deixou 'mais humilde'

Depois de enfrentar uma série interminável de problemas com a polícia fora do octógono e até ser preso por 48 horas, Jon Jones está, enfim, muito perto de voltar ao octógono. O americano encara Ovince St Preux na luta principal do UFC 197, neste sábado, em Las Vegas (EUA), em disputa de cinturão interino dos meio-pesados. Segundo o ex-campeão, os obstáculos no caminho da volta o transformaram em uma pessoa melhor.

Durante a transmissão do UFC Flórida, realizado em Tampa, Joe Rogan, comentarista oficial do Ultimate, conversou com o ex-campeão sobre o retorno ao octógono da organização.

- Sinto como se minha vida estivesse voltando à ordem. Tenho trabalhado muito duro, estou em ótima forma e confiante na vitória. Sabe, a principal coisa que esse último ano fez comigo é que me permitiu apreciar o jogo. O que me foi tirado fez eu renascer, me deixou mais humilde perder tudo. Quero tudo de volta e quero fazer as coisas melhor do que fiz no passado - prometeu.

Vale lembrar que Jones perdeu o cinturão do UFC após se envolver em um acidente de carro onde lesionou uma mulher grávida e não prestou socorro, em abril de 2015. 

Jon Jones enfrenta Ovince St Preux na luta principal do UFC 197, neste sábado. Além do duelo pelo título interino dos meio-pesados, o show conta com a disputa de cinturão dos moscas entre Demetrious Johnson e Henry Cejudo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos