Grêmio vence, mas Juventude fica com a vaga na final do Gauchão

A torcida gremista terá de aguardar nova oportunidade para celebrar uma conquista do Grêmio, o que não acontece desde o Gauchão de 2010. O Tricolor foi superior, mas não teve êxito na missão de vencer o Juventude por três gols de diferença neste domingo, na Arena, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Gaúcho. O triunfo gremista por 3 a 1 garantiu o time de Caxias do Sul na decisão contra o Internacional, por conta do gol marcado na casa rival - o Alviverde venceu por 2 a 0 na ida. Clique aqui e confira como foi o tempo real do confronto. 

A decisão do Gauchão-2016 entre Internacional e Juventude será realizada nos dois próximos domingos, com o Colorado, time de melhor campanha na soma de todas as fases, atuando na condição de mandante no segundo jogo, em 8 de maio. Atual pentacampeão, o Inter reencontra seu algoz na decisão de 1998, quando o Juventude conquistou seu único Estadual. O Grêmio passa a pensar apenas na Libertadores. Na quarta, o Tricolor receberá o Rosario Central, pelo jogo de ida das oitavas de final. 

GOLAÇO DE WALACE E PRESSÃO GREMISTA

O Juventude bem que tentou marcar o Grêmio ainda no campo de defesa do rival, mas a tática não surtiu o efeito imaginado por Antônio Carlos Zago. Bastou o Tricolor envolver a marcação rival para o zero sair do placar. Após sobra, Walace esperou a bola quicar e finalizou sem nenhuma chance para Elias, logo aos três minutos. Um belo gol. Gol que fez a pressão gremista aumentar na Arena. Giuliano, em cabeçada, quase ampliou. Apenas o Grêmio jogava, o que ficou claro ao término do primeiro tempo: 65% de posse de bola e dez finalizações, contra apenas duas.

Ainda em vantagem para avançar à final do Gauchão, o Juventude tentou arquitetar a jogada que lhe garantiria o gol e tornaria a missão gremista mais complicada. A única boa chance no primeiro tempo veio aos 15. Dieguinho tentou concluir, mas Grohe abafou a investida alviverde. Superior, o Grêmio foi para o intervalo com a sensação de que o 1 a 0 no placar não refletiu seu domínio. Bressan, posicionado como um centroavante, quase marcou de barriga, mas Elias fez ótima intervenção. Walace, de primeira, quase marcou outro golaço. A etapa inicial ainda teve a investida de Luan não ter o gol como destino.

EMOÇÃO DE SOBRA NA ETAPA FINAL E JUVENTUDE NA FINAL 

O torcedor que deixou seu local na Arena durante o intervalo e demorou três minutos para voltar não viu o segundo gol do Grêmio e o gol do Juventude. Na primeira investida tricolor na etapa final, Douglas serviu Giuliano, que se livrou da marcação e marcou belo gol. A celebração tricolor, no entanto, foi interrompida logo depois. A jogada pela esquerda terminou com a conclusão de Roberson, desvio em Bressan e gol do Alviverde.

O gol de Roberson, que já havia marcado no jogo de ida, não diminuiu o ímpeto tricolor, que passou a precisar de duas bolas na rede rival para alcançar a decisão. Miller Bolaños provou ter estrela e, aos 13, marcou o terceiro de um Grêmio superior na Arena. A missão tricolor voltou a ser dificultada por Elias, goleiro do Juventude, que evitou gol de Douglas e, depois, teve sorte na conclusão de Luan.

Roger Machado tornou o Grêmio ainda mais ofensivo com as entradas de Henrique Almeira e Lincoln. A pressão foi do Tricolor, mas o gol da classificação não veio. A última boa chance também parou em Elias, após conclusão de Henrique Almeida. Marcelo Grohe virou atacante nos minutos finais, mas não era dia do Grêmio. Era dia do Juventude.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 3 X 1 JUVENTUDE

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data-hora: 24/4/2016 - 16h

Árbitro: Jean Pierre Lima (RS)

Auxiliares: Leirson Martins (RS) e Michael Stanislau (RS)

Renda/Público: Não pulgados.

Cartões amarelos: Fred, Ramiro e Bressan (GRE); Hugo, Dieguinho, Bruno Ribeiro e Lucas (JUV)

Cartão vermelho: Helder (JUV), 49'/2ºT

Gols: Walace, 3'/1ºT(1-0); Giuliano, 1'/2ºT(2-0); Roberson, 2'/2ºT(2-1) e Miller Bolaños, 13'/2ºT(3-1). 

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Bressan, Fred e Marcelo Oliveira; Walace (Lincoln, 36'/2ºT), Maicon, Giuliano, Douglas (Henrique Almeida, 28'/2ºT) e Luan; Bobô (Miller Bolaños, 9'/2ºT) - Técnico: Roger Machado.

JUVENTUDE: Elias; Helder, Klaus, Heverton e Pará; Wanderson, Itaqui (Lucas, 9'/2ºT), Bruno Ribeiro e Hugo; Dieguinho (Vacaria, 30'/2ºT) e Roberson - Técnico: Antônio Carlos Zago.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos