Caixa se recusa a assinar 'Pacto Pelo Esporte'

O Flamengo convidou há seis meses a Caixa, sua patrocinadora master e principal investidora atual do futebol brasileiro, a integrar o 'Pacto Pelo Esporte', projeto que luta contra a corrupção. No entanto, o banco estatal se recusou até o momento a assinar o documento de entrada.

Segundo a reportagem da revista "Época", o Rubro-Negro carioca recomendou a participação da empresa a Gerson Bordignon, superintendente nacional de marketing da Caixa, com quem tratou a renovação do patrocínio para 2016. Até o momento 20 empresas signatárias, entre elas Banco do Brasil, Bradesco e Itaú, assumiram o compromisso de não patrocinar entidades esportivas que desrespeitem requisitos como cumprir a Lei Pelé e adotar transparência em relação a contratos e acordos comerciais. 

A Caixa, que atualmente patrocina 12 clubes e três competições neste ano, caso assine o pacto teria que forçar todas as partes envolvidas, inclusive a CBF, a cumprirem as determinações do projeto dentro de um prazo de dois anos. Vale lembrar ainda que não há nenhum custo para participar da iniciativa.

A Caixa foi procurada pela reportagem da "Época" para se posicionar sobre o tema. O banco negou a recusa para assinar o pacto e afirmou ainda que o tema estará em pauta em uma reunião, que ainda não tem data para acontecer.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos