Ronda afirma que ainda sofre com perda da invencibilidade para Holm

Ex-campeã dos galos do UFC, Ronda Rousey foi nocauteada por Holly Holm em novembro do ano passado e, após seis meses afastada, a ex-judoca olímpica parece não ter digerido bem o primeiro revés de sua carreira de MMA e a perda do cinturão.

Em entrevista à revista "Time", onde foi incluída na lista das 100 personalidades mais influentes de 2015, Ronda Rousey revelou que a derrota para Holm ainda a assombra.

- Ainda estou sofrendo pelo fato de que eu poderia ter sido a pessoa que poderia ter vencido isso tudo. Mas tenho que viver com o fato de que não sou essa pessoa. Isso é apenas quem eu gostaria de ser e em vez disso eu sou o que eu preciso ser, para mim e todo mundo. Você tem que passar por essas fases de aceitação e otimismo renovado - disse a primeira campeã do UFC.

Presidente do Ultimate, Dana White afirmou que Ronda retornará ao octógono direto em uma disputa de cinturão, provavelmente no dia 12 de novembro, quando a franquia americana desembarca pela primeira vez em Nova York.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos