Ricardo Gomes elogia retorno de Sassá, mas admite: 'Passamos sufoco'

Assim como a torcida alvinegra, o técnico Ricardo Gomes sofreu durante o empate em 1 a 1 do Botafogo com o Coruripe. Após vencer por 1 a 0 no jogo de ida, em Alagoas, o Glorioso saiu atrás, mas buscou o empate com Sassá. Após a classificação sofrida para a segunda fase da Copa do Brasil, o treinador foi claro na entrevista: não foi uma boa atuação de sua equipe.

- Não tem jeito. O Coruripe jogou bem e conseguiu, com a superioridade numérica, envolver nosso time. Eu poderia estar aqui explicando o que não dá para explicar. Jogo de copa é diferente - declarou Ricardo Gomes, que ainda fez elogios ao adversário de Alagoas:

- É um adversário de qualidade, mas sem uma grande estrutura. Falei sobre isso com os jogadores antes da partida. Passamos um sufoco - admitiu.

Se alguma coisa agradou aos 211 torcedores que pagaram ingressos para assistir o Botafogo no Estádio Los Larios certamente foi a apresentação de Sassá. Depois de seis meses de recuperação, o atacante entrou no intervalo.

Além de marcar o gol da classificação, Sassá fez boas jogadas de ataque. O retorno do atacante foi festejado também pelo técnico Ricardo Gomes.

- Foi um jogador que nos ajudou muito no anos passado. Agora, com essa recuperação da lesão, ele foi muito bem preparado. Parabéns ao corpo médico do Botafogo. E temos agora o Sassá para o Carioca. Essa é a melhor notícia - afirmou em coletiva após a partida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos