Tche Tchê tenta ajudar família, se frustra e critica falta de privilégio

A decisão do Paulistão entre Osasco Audax e Santos nem começou, mas já tem mostrado suas peculiaridades antes mesmo de a bola rolar e a curiosidade aconteceu longe do gramado.

Ao tentar garantir a presença de alguns familiares na final, o jogador Tche Tchê, do Audax, procurou saber se haveria vaga para seus parentes no estacionamento do estádio José Liberatti, em Osasco, o que, aparentemente, não foi possível:

- Chega na final e não tem privilégio nenhum. A família não pode nem pôr o carro dentro - declarou o atleta que saiu do vestiário para obter a ajuda da assessora do clube.

Tche Tchê se envolveu em polêmica durante a semana por ter encaminhado sua transferência ao Palmeiras após as finais do Paulistão. O dono do clube, inclusive, chegou a dar severa bronca pública no jogador por conta do ocorrido.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos