Bayern recebe o Atlético de Madrid com chance derradeira de redenção para Pep Guardiola

O relógio corre mais depressa para o Bayern de Munique e para Pep Guardiola nesta terça-feira, na Allianz Arena, a partir das 15h45 (horário de Brasília). O time alemão precisa derrotar o Atlético de Madrid por dois gols de diferença para chegar à final da Liga dos Campeões da Europa (um triunfo por 1 a 0 leva a semifinal à prorrogação). Já o técnico trabalhará pela última vez no clube bávaro, diante da própria torcida, na Champions League.

A Allianz Arena foi palco das duas últimas quedas do Bayern de Munique na semifinal do torneio, ambas com Guardiola no comando. Em 2013-14, o Real Madrid despachou os bávaros com uma goleada história por 4 a 0 e 5 a 0 no placar agregado. Em 2014-15, o Barcelona perdeu por 3 a 2, mas levou a vaga por ter feito 3 a 0 no Camp Nou.

Técnico do Manchester City a partir da próxima temporada, Pep Guardiola sabe que, desta vez, não pode falhar.

- É meu último jogo de Liga dos Campeões em Munique. Sempre fui muito bem tratado. É uma cidade incrível e um país maravilhoso. Conseguimos muitas coisas durante três anos. Agora, precisamos conquistar algo mais, que seria nossa classificação para a final. Os detalhes marcarão a partida contra o Atlético de Madrid - determinou Pep Guardiola, em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira.

O Atlético, por sua vez, está perto da segunda decisão em apenas três temporadas. Basta segurar um empate ou até mesmo perder por um gol de diferença desde de que balance as redes do goleiro Neuer. A situação do Colchonero é fruta de um suado triunfo por 1 a 0, no jogo de ida da semifinal, na semana passada, no Vicente Calderón.

Dono da melhor defesa do Campeonato Espanhol e da Champions, a retranca do Atlético nas últimas partidas não satisfez boa parte da comunidade do futebol. Nesta semana, Xavi, ex-Barcelona, disse que o Colchonero "não joga como uma equipe grande". Responsável pela montagem do time, o técnico Diego Simeone respondeu:

- Trabalho para quem me paga, não para agradar a ninguém. Seguiremos fiéis ao nosso estilo - disse o argentino, à frente do time da capital espanhola desde o fim de 2011.

FICHA TÉCNICA

BAYERN DE MUNIQUE x ATLÉTICO DE MADRID

Local: Allianz Arena, em Munique (ALE)

Data e hora: 3 de abril de 2016, às 15h45 (horário de Brasília)

Árbitro: Cüneyt Cakir (TUR)

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Lahm, Martínez, Boateng e Alaba; Xabi Alonso, Vidal; Douglas Costa e Ribéry; Müller e Lewandowski. Técnico: Pep Guardiola.

ATLÉTICO DE MADRID: Oblak; Juanfran, Giménez, Godín e Filipe Luís; Augusto Fernández, Gabi, Saúl e Koke; Griezmann e Fernando Torres. Técnico: Diego Simeone.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos