Anderson avalia impasse entre UFC e McGregor: 'Já passei por tudo isso'

Ex-campeão dos médios do UFC, Anderson Silva defendeu o seu título em dez ocasiões e não é novidade para ninguém que o brasileiro nunca gostou de dar entrevistas e sempre participou dos tours promocionais a contragosto.

Em recente entrevista ao "Fairfax Media", o paulista, que enfrenta Uriah Hall em 14 de maio, em Curitiba, comentou a situação vivida por Conor McGregor, que se recusou a fazer a promoção para o UFC 200 e acabou retirado do card, perdendo a oportunidade de uma revanche contra Nate Diaz.

- Penso que nem o UFC nem o McGregor estão 100% errados. Acredito que a partir do momento que você assina um contrato, que inclui promover o evento, então é isso que você tem que fazer. Eu entendo, passei por isso no passado diversas vezes. Como lutador, nós pensamos que nosso trabalho é ir lá e lutar, mas sei como é duro ter que deixar o seu país no meio de um camp para fazer tour promocional. Já passei por tudo isso e já discordei dessa situação várias vezes, mas compreendo os dois lados - disse Spider.

Anderson Silva chegou a ser multado em 2013 em U$$ 50 mil por não cumprir com suas obrigações midiáticas para o UFC 162, quando acabou nocauteado por Chris Weidman e perdeu o cinturão dos médios.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos