Zagueiro da Ponte espera jogo difícil diante do Genus pela Copa do Brasil

Depois de deixar a Caldense pelo caminho, na primeira fase da Copa do Brasil, a Ponte Preta retorna a campo nesta quinta-feira para enfrentar o Genus, na segunda etapa da competição. Para o zagueiro Kadu, a equipe de Rondônia tentará de tudo para dificultar o jogo e, por isso, o grupo pontepretano deve estar preparado para conseguir um bom resultado fora de casa.

- Eu procurei saber sobre o Genus. É o jogo da vida deles. Vão querer passar de qualquer forma pela nossa equipe. Temos que respeitar o adversário, que já eliminou o ASA, que figurou várias vezes em competições importantes. Vamos para Rondônia respeitando a equipe deles, mas com o intuito de procurar fazer um bom jogo - afirmou o defensor, falando sobre a expectativa de sair de Rondônia com a classificação garantida:

- Se pudermos classificar logo nessa partida será melhor, porque aí teríamos a semana inteira para trabalhar e nos prepararmos melhor para a Série A do Brasileiro - disse o zagueiro.

O comandante do Genus, Claudemir Pontin, também pensa que sua equipe encontrará dificuldades. Apesar disso, o treinador espera que seus comandados se comportem da mesma maneira que atuaram no jogo da classificação, diante do ASA.

- Logicamente, quando tivermos a posse de bola, vamos trabalhar a bola, mas sabemos que vai ser muito difícil até pela qualidade da Ponte Preta. Vamos jogar nos erros deles também. Com certeza vão vir precavidos porque nós não fizemos um resultado simples de fazer (contra o ASA), nós fizemos por merecimento - ressaltou Pontin.

Ponte e Genus se enfrentam nesta quinta-feira, às 21h30, no Estádio Aluízio Ferreira, em Porto Velho (RO). A partida da volta será uma semana depois, no dia 12, também às 21h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos