Conselhos do Flamengo saem em defesa de Bandeira de Mello

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, vem recebendo críticas por aceitar chefiar a delegação da Seleção Brasileira na Copa América. O próprio mandatário rubro-negro disse ter ficado surpreso com o convite. No entanto, nesta sexta-feira, os conselhos Deliberativo e de Administração do clube da Gávea publicaram uma nota conjunta, na qual manifestam apoio a Bandeira.

Os órgãos lembram que presidentes de outros clubes já chefiaram delegações da Seleção e comentam que o Flamengo não pode ficar 'entrincheirado'.

Confira trecho da nota:

'Bandeira foi convidado para chefiar a delegação, nos parece mais um sinal de que a CBF está se aproximando dos clubes e de suas aspirações, que inverso.

Ademais, o Flamengo é um ente político que circula no cenário nacional do Futebol e, como protagonista que é, tem que se relacionar com Confederações, Federações e seus Tribunais, que são poderes juridicamente constituídos.

O debate e a luta por mudanças e melhorias não serão, evidentemente, prejudicados por uma mera chefia de delegação.

Portanto, em nossa opinião, a participação dele nessa competição não traz qualquer dano ou demérito ao nosso clube, nem as nossas pretensões, mas apenas traduz um reconhecimento ao bom trabalho desempenhado por Bandeira de Mello, o que, na verdade, nos honra.'

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos