Após vice, Botafogo tem lesionados, Gomes incerto e duas frentes

A evolução do Botafogo nos últimos meses poderiam fazer do vice-campeonato Carioca uma posição nem tão ruim assim. Mas pouco depois do segundo jogo da final estadual, o time de General Severiano terá uma série de problemas para administrar.

O primeiro é a possibilidade de Ricardo Gomes deixar o clube. O treinador, de elogiado trabalho, especialmente na reconstrução da equipe, recebeu proposta do Cruzeiro. Uma reunião entre o técnico e o presidente do Glorioso, Carlos Eduardo Pereira, deve definir o destino dele.

Além de uma possível troca de comando, os problemas físicos podem atrapalhar a semana que começa. O lateral-esquerdo Diogo Barbosa e o meia Leandro deixaram a partida com o Vasco por problemas físicos. Carli e Ribamar deixaram o Maracanã mancando.

O problema pode ser diminuído porque, nesta quinta-feira, um time misto é que deve jogar contra o Juazeirense, na Bahia, pela Copa do Brasil. Mas a longa viagem pode, mesmo assim, atrapalhar a preparação para a estreia no Campeonato Brasileiro. O primeiro desafio é domingo, contra o São Paulo.

Ainda em pauta estão os reforços. O argentino Hernán Barcos é o nome da vez para o comando de ataque, mas a negociação ainda é embrionária. De todo modo, o Glorioso precisa de reforços para o decorrer da temporada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos