Alberto Guerra quer Grêmio 'ambicioso' no mercado e em campo

A expectativa marcou a apresentação de Alberto Guerra como novo vice de futebol do Grêmio. Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, na Arena, o dirigente, que sucede César Pacheco, garantiu que mantém a busca incessante do Tricolor gaúcho no mercado, e traçou o perfil dos reforços:

- Desde ontem (segunda-feira), eu o Alexandre (Rolim) estamos procurando jogadores com poder de liderança e, especialmente, que saiam jogando. O Grêmio está sempre aberto para contratações.

Guerra, que terá Alexandre Rolim e Antônio Dutra Júnior como assessores, revelou que a lista de novidades incluirá a chegada de um executivo de futebol, ainda sem data para ser anunciado:

- Não há muitos executivos do futebol e a gente não tem pressa para encontrar um nome que se encaixe às necessidades do Grêmio. Como existem poucos nomes disponíveis, temos que analisar.

O novo vice de futebol mostrou otimismo com este início de trabalho no Grêmio:

- Viemos para cá porque acreditamos no trabalho que está sendo realizado. Não entraríamos se fosse uma fria, algo que não dava para resolver. O time é bom, precisa alguns ajustes.

Questionado sobre o jejum de títulos nacionais, Alberto Guerra adotou um tom realista. Porém, não escondeu o desejo de que o Grêmio brigue forte pela Copa do Brasil e pelo Brasileirão:

- Penso que é até um erro prometer título, mas temos a Copa do Brasil e o Brasileirão. A minha ambição é conquistar o título brasileiro. Se todos os clubes brasileiros prometerem o titulo, 19 estarão mentindo. Todos os clubes têm mais de cem anos e dois, três, quatro títulos brasileiros. Se for fazer a media, é um titulo a cada 25 anos. Não tem como prometer. Posso falar em ambição, que é conquistar o título brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos