Após resultado da contraprova, Yago recebe suspensão preventiva

Tite não poderá contar com o zagueiro Yago pelos próximos 30 dias. Após o resultado da contraprova do antidoping dar positivo para a betametasona, o Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou nesta terça-feira a punição ao jogador alvinegro.

Em nota oficial, a Federação anunciou que o Timão terá cinco dias para apresentar sua defesa, antes que o julgamento seja marcado.

Yago foi flagrado no dia 6 de março, na derrota por 2 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro. Ele utilizou a substância para tratar de uma inflamação no joelho, e de acordo com o Corinthians, o fato foi citado na súmula, o que aumenta as esperanças de que o atleta seja absolvido - a substância só é proibida se for aplicada de forma intravenosa.

O Corinthians divulgou a situação de Yago após a eliminação do time na semifinal do Paulista, diante do Audax, no fim de abril. Mesmo assim, Tite acionou o atleta para as duas partidas das oitavas de final da Libertadores. Caso a suspensão permaneça, Yago não estará à disposição nas primeiras rodadas do Brasileirão. Ele só deve voltar à ativa no clássico contra o Palmeiras, no dia 12 de junho, no Allianz Parque, pela sétima rodada da competição.

Como o zagueiro Balbuena foi convocado pela seleção paraguaia para a disputa da Copa América, Tite deve ter problemas para montar a linha defensiva alvinegra no início do certame.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos