Após calote de árabes, Fla espera decisão sobre "caso Hernane" no dia 27

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    Hernane foi vendido pelo Flamengo ao Al Nassr, da Arábia Saudita, em 2014

    Hernane foi vendido pelo Flamengo ao Al Nassr, da Arábia Saudita, em 2014

A decisão final para o Flamengo sobre o "caso Hernane" deve ser divulgada no dia 27 de maio. O clube espera receber de R$ 12 milhões a R$ 14 milhões pela venda do atacante. O Rubro-Negro negociou o atleta em agosto de 2014 com o Al Nassr, da Arábia Saudita, mas ainda não recebeu nem um centavo pela venda.

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) já julgou o caso, mas não divulgou a decisão final. Não há, também, previsão de quando os árabes poderiam pagar a dívida.

Com a desvalorização do real, a transação que na época seria de cerca de R$ 13,6 milhões chegou à casa dos R$ 20 milhões. Como o Flamengo tinha 50% dos direitos econômicos de Hernane, o clube receberia a metade desta quantia.

Entretanto, existe uma multa - mantida em sigilo - e juros de 5% ao ano. Dessa forma, o Rubro-Negro trabalha com a possibilidade de receber um montante que gire em torno de R$ 12 e R$ 14 milhões.

A verba, quando for disponibilizada, já tem um destino: será utilizada para o departamento de futebol, seja para reforços, reforma do centro de treinamento do Ninho do Urubu, aparelhagem para fisiologia e fisioterapia ou quitação antecipada de empréstimos feitos para contratações nesta temporada.

Por ainda não ter prazo para receber a dívida, o clube evita traçar metas ou contar com este dinheiro para buscar outros reforços ainda neste ano, para a disputa do Brasileiro. Aliás, o valor não está no orçamento previsto pelo Flamengo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos