Perto de sair do Chelsea, Terry pode receber R$ 48 milhões na China

John Terry está muito próximo de encerrar seu vitorioso ciclo com a camisa do Chelsea. Aos 35 anos, o zagueiro tem contrato somente até o fim da temporada e não deve renovar. O futuro do defensor ainda está em aberto, mas ele pode ser um dos jogadores mais bem pagos do planeta. De acordo com o "The Sun", ele pode se transferir para o futebol chinês e receber 12 milhões de euros (R$ 48 milhões) anuais.

O Chelsea tem mais duas partidas nesta temporada - contra Liverpool no Anfield Road e Leicester, no Stamford Bridge. No entanto, no último jogo, Terry foi expulso na derrota por 3 a 2 para o Sunderland e está automaticamente fora da partida diante dos Reds, nesta quarta-feira. Ele deve fazer sua despedida contra os Foxes. O jogador está no clube que o revelou desde 1998/99, com uma passagem rápida por empréstimo ao Nottingham Forest em 1999/00.

Segundo o jornal inglês, dois times surgiriam como favoritos para ter o zagueiro. O Shanghai SIPG é treinado pelo sueco Sven-Goran Eriksson, que foi comandante de Terry na seleção inglesa. O outro é o Guangzhou Evergrande, que tem Felipão, ex-técnico do Chelsea, como treinador.

Entre as principais conquistas de Terry estão quatro títulos do Campeonato Inglês (2004-05, 2005-06, 2009-10, 2014/15), além de ter levantado uma taça da Liga dos Campeões (2011-12) e da Liga Europa (2010-11).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos