Boca e Nacional fazem o duelo mais tradicional das quartas da Liberta

Nove títulos em campo. Hoje, às 19h30 (horário de Brasília), no caldeirão do Parque Central, em Montevidéu, Nacional e Boca Juniors se enfrentam no confronto mais tradicional destas quartas de final da Copa Libertadores. O clássico cisplatino ganhou destaque até no site da Fifa. Ex-Nacional, o atacante Ivan Alonso, hoje no River Plate, garante um verdadeiro inferno para os argentinos, acostumados a jogar como visitantes da mesma forma quando estão na Bombonera.

- O Boca encontrará um rival que o fará passar mal. A torcida contagia os jogadores - vaticinou o ex-jogador do tricampeão da Copa Libertadores, em entrevista ao canal "FoxSports", da Argentina.

Há quase dois meses no departamento médico, o atacante Osvaldo viajou à capital uruguaia e pode ser escalado ao lado de Tevez no ataque do Boca, no decorrer da partida.

- Estou bem melhor de um traumatismo no pé direito. Sempre que tenha a oportunidade de vestir a camisa do Boca será uma emoção para mim. Creio que começarei o jogo no banco de reservas - indicou o atacante do hexacampeão do torneio.

Segurança

Três mil torcedores do Boca são aguardados. Uma estrutura de madeira foi colocada para isolar ainda mais os seguidores xeneizes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos