Falcao García voltará ao Monaco e revela que quase fechou com o River

O atacante Falcao García revelou nesta quinta-feira que o seu futuro está traçado desde fevereiro, quando foi avisado pelo Chelsea que a opção de compra prevista no contrato de empréstimo não seria exercida. Desta forma, o atacante terá que voltar ao Monaco, clube que detém os direitos do jogador.

- O Chelsea me disse em fevereiro que não contava comigo, assim não seguirei no clube. O Monaco fez um forte investimento em mim e quer ver algum retorno. Na próxima temporada, me quer lá - disse o colombiano, à "Sky Sports".

Falcao poderia ter voltado ao River Plate em janeiro. O atacante revelou à rede britânica de TV que foi procurado por dirigentes argentinos, mas acabou ficando no Chelsea.

- O River entrou em contato comigo para estudar a possibilidade de retornar, mas neste momento o Monaco, o Chelsea e eu tínhamos em mente continuar na Europa. Mais tarde, em fevereiro, o Chelsea me disse que não contaria comigo no futuro, e eu tentei voltar ao River, mas era muito tarde - lamentou.

O atacante colombiano vive um inferno astral desde que machucou o joelho no início de 2014, quando ainda jogava pelo Monaco. Na ocasião, ele ficou mais de seis meses fora, perdendo a Copa do Mundo. Depois, foi emprestado ao Manchester United, onde fez quatro gols e 29 partidas. Em seguida, o Chelsea, de José Mourinho, apostou em sua recuperação, mas foi novamente um fiasco: 12 jogos e uma bola na rede, além de inúmeras lesões.

- Preciso de minutos em campo, jogar futebol e logo veremos o que acontece. O Monaco quer ver minha situação em um ano e as possibilidades que existem - concluiu.

O jogador foi comprado pelo Monaco junto ao Atlético de Madrid em maio de 2013 por 63 milhões de euros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos