Auxiliar de Tite dá desmanche como certo e cita lideranças 'prematuras'

  • Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Auxiliar de Tite desde 2001, Cleber Xavier deu declarações impactantes durante entrevista a uma rádio gaúcha na noite desta quinta-feira. O profissional da comissão técnica do Corinthians foi questionado a respeito da possibilidade de o clube perder mais jogadores neste meio de temporada e tratou as novas saídas como "certeza". Além disso, Xavier questionou as novas lideranças do elenco alvinegro, que perdeu seis titulares campeões brasileiros do ano passado (Gil, Ralf, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Vágner Love) e inicia neste fim de semana sua campanha em busca do título brasileiro.

"Se tu me perguntar qual o time titular do Corinthians, eu não sei te dizer. Estamos tentando refazer, porque um sai, outro machuca, então não consegue definir uma equipe. Nossas lideranças hoje são Cássio e Elias, jogadores de Seleção. Mas não são aqueles que sempre foram lideranças, e prematuramente têm que assumir a função, porque os principais jogadores saíram. Aí tu não consegue dar nível à equipe, padrão de equipe", afirmou Cleber Xavier, em entrevista à Rádio Grenal.

Em 2016, o Corinthians iniciou um processo de reestruturação após as perdas de seis titulares e anunciou 11 reforços, sendo que o último, Marquinhos Gabriel, disputou apenas uma partida até o momento. Agora, o clube pode passar por nova reformulação, já que Felipe tem negociações avançadas para defender o Porto (POR) a partir do meio do ano e o estafe do volante Elias espera uma nova proposta do futebol chinês, que ele recusou no início do ano. Além disso, o clube tem outros jogadores em alta, como Cássio e Fagner, e espera perder jogadores durante o Brasileirão.

"Pode ter certeza que, quando abrir a janela, vamos ter mais um desmanche. É a realidade do futebol brasileiro. Temos essa consciência e trabalhamos em cima disso. A direção entende, mas com mercado da China abrindo desse jeito, equipes da Europa buscando jogadores nossos... é o caso do Felipe. Essa é a realidade do futebol brasileiro, fazer um time a cada semestre. Tem sido assim no Corinthians, mesmo andando junto com a direção", analisou o auxiliar de Tite.

Na mesma entrevista, Cleber Xavier evitou comentários sobre a possibilidade de novos reforços, mas explicou que o clube não deseja perder ninguém para o Brasileiro. O lateral-direito Edilson está na mira do Grêmio e já negocia a liberação, mas a posição da comissão técnica é de não liberá-lo.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos