Ataque do Sport volta a preocupar o treinador Oswaldo de Oliveira

  • Gilvan de Souza / Flamengo

    Sport teve dificuldade para superar a marcação do Flamengo

    Sport teve dificuldade para superar a marcação do Flamengo

Com a derrota de 1 a 0 para o Flamengo na estreia do Campeonato Brasileiro, o Sport chegou ao terceiro jogo consecutivo sem marcar gols. Nos últimos 13 jogos disputados, o rubro-negro pernambucano balançou as redes apenas seis vezes. O retrospecto do setor ofensivo vem incomodando o treinador Oswaldo de Oliveira, que voltou a falar sobre a necessidade de reforços para o ataque.

"Já conversamos sobre isso. O Sport foi muito bem no ano passado, mas perdeu todos os seus jogadores de frente. Os que vieram estão lutando para ter um desempenho bom. Mas estamos tentando ver se conseguimos contratações para reforçar a equipe. O enriquecimento do elenco é contínuo", apontou Oswaldo de Oliveira.

"Não tivemos muitas ações ofensivas e acabamos tendo um número muito pequeno de finalizações. Temos que trabalhar para melhorar isso. Já a entrega dos jogadores foi algo representativo. Eles se multiplicaram em campo e mesmo com um jogador a menos durante todo o segundo tempo (após a expulsão de Rithely, com menos de um minuto), conseguimos segurar as ações ofensivas do Flamengo. Esse é um ponto de partida interessante para nós", completou.

O treinador já visa o segundo confronto do Sport no Campeonato Brasileiro, que será no próximo domingo, contra o Botafogo, na Ilha do Retiro.

"A minha obrigação é dar tranquilidade aos jogadores. Lógico que não estou satisfeito em começar o campeonato com uma derrota. Mas e estou seguro do que podemos fazer e colocar em prática. Tenho a certeza de que poderemos ser muito melhores do que fomos contra o Flamengo", finalizou o comandante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos