Jacaré se diz honrado por lutar com Vitor e agora quer cinturão

Dono de uma das melhores performances do UFC 198, Ronaldo Jacaré era só sorrisos após o evento. Não só pelo bônus de 50 mil dólares (R$ 176,6) mas também por ter garantido, em sua opinião, uma chance pelo cinturão dos médios.

- Meu foco agora é no cinturão, não tenho foco em um atleta específico. Rockhold ou Weidman, qualquer um. Eu quero o vencedor dessa luta. Eu mereço isso. Meu objetivo é treinar ainda mais e ir lá e destruir meu próximo oponente.

Jacaré admitiu que ficou animado com o apoio da torcida curitibana, que o "adotou" em detrimento de Vitor Belfort, atleta mais experiente e famoso que o próprio Jacaré - pelo menos fora do mundo das lutas.

- Eu vim aqui para lutar contra um cara muito duro. O Belfort já escreveu o nome dele na história do MMA. Fiquei feliz de lutar com ele e estava confiante na vitória. Não queria desapontar os fãs, que estavam ao meu lado. Foi uma honra lutar com o Vitor Belfort, um cara histórico no MMA.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos