Paulão perde pênalti e Inter empata com a Chape em "adeus" de Alisson

Os campeões gaúcho e catarinense decepcionaram na noite deste domingo (15), no estádio Beira-Rio, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Internacional e Chapecoense não saíram do 0 a 0 em uma partida pouco movimentada, com raríssimas chances de gol e que marcou a despedida do goleiro Alisson, negociado junto à Roma. A melhor oportunidade foi o pênalti cobrado por Paulão e defendido por Danilo, já na segunda etapa.

O placar sem gols não foi o único da rodada de estreia do Brasileirão. Ainda houve empate semelhante no estádio Orlando Scarpelli, entre Figueirense e Ponte Preta, e na Arena Corinthians, entre o clube homônimo e o Grêmio. O Inter volta a campo no próximo domingo (22), diante do São Paulo, no Morumbi. Já a Chape enfrentará o América-MG, no mesmo dia, na Arena Condá.

O mandante teve mais posse de bola (61%) e trocou bons passes no meio de campo. Mas não foi o suficiente para chegar ao gol adversário no primeiro tempo. A equipe comandada por Argel Fucks encontrou dificuldades na criação de jogadas. O jovem Andrigo, aposta para o setor, rodou bastante. As tentativas de lançamentos sempre saíram de forma equivocada.

O mandante, ainda assim, teve as duas melhores chances de marcar. Aylon, após cruzamento de Artur, desperdiçou uma oportunidade incrível. E Eduardo Sasha exigiu boa intervenção de Danilo em contragolpe ligado por Aylon.

O time de Guto Ferreira, por sua vez, se posicionou no campo de defesa e utilizou a velocidade de Ananias e Lucas Gomes para levar perigo aos gaúchos. O sempre bem postado sistema defensivo colorado, no entanto, anulou o adversário, que criou apenas uma chance na etapa inicial. Lucas Gomes finalizou cruzado e exigiu boa defesa de Alisson.

Na volta do intervalo, o panorama do jogo foi mantido e o Inter seguiu dominando as ações do confronto, mesmo que de forma estéril na criação de jogadas. Contudo, foi a vez de Danilo ganhar notoriedade em campo. O goleiro da Chapecoense apareceu de forma brilhante e defendeu pênalti cobrado por Paulão. No rebote, Andrigo desviou finalização de William dentro da pequena área, mas o camisa 12 do time catarinense fez uma defesa espetacular.

As mudanças de Argel - Gustavo Ferrareis e Marquinhos nas vagas de Artur e Aylon, respectivamente - deixaram o Internacional ainda mais ofensivo. O mandante seguiu incomodando o seu adversário, mas não foi o suficiente para balançar a rede. A pressão colorada foi tanta que Thiego acabou fazendo falta em Marquinhos e recebendo cartão vermelho. Com um a mais, o anfitrião seguiu encontrando dificuldades nas finalizações.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X CHAPECOENSE

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data-hora: 15/5/2016 - às 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR/Fifa) e Clovis Amaral da Silva (PE)

Cartão amarelo: William, Vitinho, Andrigo (Inter); Thiego, Josimar, Cléber Santana, Gil (Chapecoense)

Cartão vermelho: Thiego - 34'/2ºT (Chapecoense)

INTERNACIONAL

Alisson; William, Paulão, Ernando e Artur (Gustavo Ferrareis - 31'/2ºT); Fernando Bob, Fabinho e Andrigo (Alisson Farias - 37'/2ºT); Eduardo Sasha, Vitinho e Aylon (Marquinhos - 20'/2ºT).

Técnico: Argel Fucks.

CHAPECOENSE

Danilo; Claudio Winck, Marcelo, Thiego e Dener Assunção; Gil, Josimar, Cleber Santana e Lucas Gomes (Silvinho - 30'/2ºT); Ananias (Lourency - 47'/2ºT) e Bruno Rangel (Rafael Lima - 37'/2ºT).

Técnico: Guto Ferreira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos