Marquinhos Gabriel sai em defesa de André no Corinthians: "vai ajudar"

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Marquinhos Gabriel foi contratado pelo Corinthians há menos de um mês, disputou apenas duas partidas, sendo titular uma única vez, e tem até um gol marcado neste curto período. Apesar do pouco tempo para mostrar serviço, saiu em alta com a torcida alvinegra no último domingo, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Situação diferente viveu o atacante André, titular pela 15ª vez, autor de cinco gols pelo Timão e vaiado ao ser substituído contra o Grêmio, aos 32 minutos do segundo tempo. Nesta terça-feira, dia da reapresentação do elenco alvinegro, Marquinhos saiu em defesa do criticado companheiro.

De acordo com o camisa 31, o número 9 do Corinthians cumpre funções táticas que outros jogadores do elenco, inclusive ele, não realizam. Por isso, ele acredita que as vaias logo se transformarão em elogios, assim que os gols de André começarem a sair ao longo do Campeonato Brasileiro e também da Copa do Brasil, que inicia a fase de oitavas de final apenas na segunda quinzena de agosto.

- As qualidades do André têm nos ajudado muito, e os gols naturalmente vão sair. Ele vai nos ajudar muito ao longo da temporada. O André chegou no começo do ano, tem um período de adaptação no clube que passa pela maturação de uma equipe totalmente nova. Como eu, ele também precisa de tranquilidade para trabalhar. Temos conversado com ele sempre, e as partes negativas vão ficar de lado quando ele começar a fazer gols. A equipe, com ele, vai evoluir. O André faz o pivô, nos ajuda muito na marcação, faz o que o professor pede para ele. Eu, por exemplo, não consigo fazer essa função com êxito, porque precisa de muita força e presença de área, e eu gosto de me movimentar muito, abrir espaço - analisou Marquinhos Gabriel.

Além de André, ainda marcado pelo pênalti desperdiçado na eliminação do Corinthians nas oitavas de final da Libertadores, o meio-campista Rodriguinho também deixou a Arena Corinthians vaiado no último fim de semana. Marquinhos Gabriel não condena os protestos da Fiel, mas espera mais carinho nas próximas exibições do Timão dentro de seus domínios.

- No momento de dificuldade a gente precisa do carinho, da participação do torcedor ao nosso lado. Vamos passar por momentos de turbulência, e o carinho do torcedor é importante para a gente exercer bem nossa função em campo. O torcedor tem que cobrar quando acha que deve e nós também temos nossa auto-crítica. Os torcedores estando do lado vai ajudar muito, porque é uma torcida gigantesca. Eles confiando nós também vamos acreditar sempre - sentenciou o camisa 31.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos