Michel Platini entregará o cargo de presidente da Uefa em setembro

Michel Platini anunciou nesta quarta-feira que vai apresentar sua renúncia à presidência da Uefa no dia 14 de setembro deste ano, quando ocorrerá o Congresso Extraordinário da entidade, em Atenas, na Grécia. No evento, o novo mandatário da entidade será escolhido.

O dirigente está suspenso de qualquer atividade ligada ao futebol. No início deste mês, revelou que entregaria o cargo, que não pode ocupar devido à punição. Em comunicado, Platini disse que vai oficializar a decisão aos representantes das 55 associações filiadas.

- Quero poder expressar a eles o reconhecimento pelo apoio, fidelidade e por todo o trabalho que conseguimos fazer juntos. Também, quero poder partir dizendo, olhos nos olhos, que nunca traí a confiança deles.

No dia 9 de maio, a Corte Arbitral do Esporte (CAS) manteve a punição a Platini, mas reduziu a pena de seis para quatro anos. A suspensão foi imposta por pagamentos irregulares feitos pela Fifa, que também acarretaram em punição ao suíço Joseph Blatter, ex-presidente da entidade máxima do futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos