Tempo é o maior rival de Ana Claudia Lemos para chegar na Rio-2016

Suspensa por cinco meses por conta da presença de esteroide (oxandrolona) em um exame antidoping fora de competição, a velocista Ana Claudia Lemos tem no relógio seu maior rival para poder participar dos Jogos Olímpicos Rio-2016. Embora a punição aplicada inicialmente pelo STJD da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) termine em tempo hábil para ser inscrita para compor a equipe olímpica brasileira, Ana Claudia vem perdendo espaço para rivais neste período de gancho.?

Uma das portas que se fecharam para ela foi nos 200m rasos, após a paranaense Kauiza Venancio ter obtido o índice na última segunda-feira, durante a disputa do Ibero-Americano, evento-teste para a Olimpíada, ao cravar 23s18.

Como agora quatro atletas atingiram a marca mínima exigida pela CBAt (além de Ana, que cravou o tempo no ano passado, e Kauiza, Rosângela Santos e Vitória Cristina Rosa também tem índice), será aplicado o critério de convocação da entidade para a Rio-2016. E por essa regra, Ana Claudia está em desvantagem. Serão classificadas a campeã do Troféu Brasil - que ocorrerá entre 30 de junho e 3 de julho - e as duas primeiras do ranking nacional de 2016 (entenda mais sobre o caso abaixo).

Risco de gancho maior

?

O regulamento também é aplicável ao revezamento 4x100m rasos, prova em que o time feminino aparece bem cotado para chegar à final. Restaria então os 100 metros, prova que tem apenas três qualificadas até agora - além de Rosângela e Ana Claudia, Franciela Krasucki é a outra qualificada até agora. Se mais ninguém obtiver o índice até o Troféu Brasil, teoricamente esse seria o trio classificado para a Rio-2016.

Só que Ana Cláudia Lemos precisa torcer também contra os tribunais. Tanto a ABCD (Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem) quanto a Wada (Agência Mundial Antidoping) irão recorrer da pena de cinco meses junto à CAS (Corte Arbitral do Esporte). Para Thomaz Mattos de Paiva, assessor jurídico da CBAt, a situação é complicada.

"Falo por mim e não pela entidade, mas entendo que a situação dela é muito difícil. Para a CBAt, seria ótimo poder contar com ela, desde que tenha condições legais de competir", explicou.

AS CHANCES DE ANA CLÁUDIA IR PARA A RIO-2016

Índice em 2015

Antes de ser flagrada no doping, Ana Claudia Lemos já havia conquistado índice nas provas dos 100m e 200m no ano passado.

......................

Limite por prova

O Brasil poderá inscrever em provas individuais no máximo três atletas por prova, que tenham obtido o índice no período de 1º de maio de 2015 até 3 de julho de 2016.

......................

Desempate

No caso de quatro ou mais atletas conseguirem o índice em uma prova, a CBAt convocará o campeão do Troféu Brasil deste ano e os dois primeiros do ranking nacional, no período de 1 de janeiro a 3 de julho de 2016. Caso um atleta esteja contemplado nas duas últimas situações, será convocado o atleta seguinte do ranking.

......................

Prazo da CAS

Ana Claudia Lemos ainda precisará torcer para que o julgamento do recurso da Wada e ABCD contra sua pena na CAS (Corte Arbitral do Esporte) ocorra antes da inscrição definitiva da equipe brasileira de atletismo para os Jogos Olímpicos Rio-2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos