São Paulo volta à capital paulista nos braços da torcida em aeroporto

Na tarde desta quinta-feira, os torcedores do São Paulo compareceram em peso no aeroporto de Congonhas, na capital paulista, para receber a equipe tricolor. A festa pela classificação à semifinal da Copa Libertadores da América foi conduzida por gritos da torcida, principalmente, para o zagueiro Maicon, o atacante Jonathan Calleri e para o técnico Edgardo Bauza.

Com muita dificuldade para caminhar por conta da quantidade de pessoas presentes no saguão do aeroporto, os jogadores foram praticamente arrastados em direção ao ônibus que estava estacionado em frente ao local. Os atletas tiveram que ser acompanhados por seguranças, mas estavam tranquilos e sorridentes. Calleri foi quem mais curtiu a festa.

Eram cerca de 50 torcedores em Congonhas, que cercaram o ônibus, batendo na lataria do veículo enquanto cantavam músicas do clube. Os jogadores se levantaram e agradeceram o apoio com gestos de vibração e raça.

O auxiliar-técnico Pintado comentou sobre a classificação, dizendo que foi um momento de grande emoção e exaltou o time tricolor. O ídolo, que foi a duas semifinais como jogador em 1992 e 1993, terminou a partida no Horto de pé ao lado de Bauza e Lugano, quatro vezes semifinalistas cada.

O São Paulo conseguiu a classificação na noite da última quarta-feira. Diante do estádio Independência lotado, o time de Patón saiu derrotado pelo Atlético-MG por 2 a 1, mas com a vaga garantida graças ao gol de Maicon e também pelo placar construído no primeiro encontro entre as equipes, no Morumbi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos